Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/20371
Título: A pintura portuguesa quinhentista de Vasco Fernandes : estudo técnico e conservativo do suporte
Autor: Salgueiro, Joana Isabel Monteiro da Silva
Orientador: Manuel, Ana Calvo
Rodrigues, Dalila
Palavras-chave: Estudo técnico e material
Suporte
Pintura sobre madeira
Século XVI
Vasco Fernandes
Conservação e restauro
Regimentos dos ofícios mecânicos
Technical and material study
Support
Wood painting
Sixteenth century
Conservation and restoration
Gilds
Data de Defesa: 2013
Resumo: No âmbito da investigação científica na área artística e da conservação de pintura, elaboramos um estudo aprofundado das técnicas e materiais de execução primitivas do suporte lenhoso nas obras do pintor quinhentista português Vasco Fernandes, o afamado “Grão Vasco”. Na presente dissertação intitulada: “A pintura portuguesa quinhentista de Vasco Fernandes: Estudo técnico e conservativo do suporte” desvendamos, igualmente, as diferentes intervenções de conservação e restauro, suas causas e consequências patológicas, reflectidas na actualidade. Paralelamente a este mapeamento rigoroso, realizamos um levantamento do percurso histórico e expositivo, individual e colectivo das pinturas que apesar da sua longevidade cronológica de cerca de 500 anos, revelam dados, que directa e indirectamente, favorecem o deslindar de possíveis indagações quanto ao historial de preservação das referidas obras. Determinamos um núcleo de onze pinturas, dado o elevado número de obras que na historiografia lhe são atribuídas, desde ao próprio mestre Vasco Fernandes à sua oficina e escola. Optamos por seguir o critério definido anteriormente por Dalila Rodrigues e abordar concretamente e apenas as obras1 que quer por contrato, assinatura ou documentação irrefutável, são indubitavelmente atribuídas a Vasco Fernandes. Constituindo assim um grupo seguramente representativo da sua mestria, as cinco restantes pinturas do retábulo-mor da Sé de Lamego (1506-1511) presentes no Museu de Lamego; os dois retábulos laterais da Sé de Viseu S. Pedro e S. Sebastião (1530-1535) do Museu Grão Vasco; o Tríptico da Lamentação sobre Cristo Morto, S. Francisco e Santo António (1510-1530) do Museu Nacional de Arte Antiga e o Retábulo Pentecostes (1535) do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra. Para alcançar os objectivos propostos e para complementar estudos antecedentes, realizamos (nos casos em que foi possível) exames de Raios-X às pinturas, meios imprescindíveis à visualização e análise das práticas de ensamblagem dos painéis cujos resultados e conclusões se revelaram surpreendentes e determinantes à compreensão das práticas usadas, resultando no desenvolvimento de desenhos 2D e 3D em AutoCAD® e 3dsMax® das estruturas. Recorremos ainda à identificação laboratorial das madeiras, sendo que contamos em paralelo com uma forte componente auxiliar de pesquisa em relatórios, arquivos, correspondência, bibliografia, entre outros acervos que consistem uma base documental imprescindível e ausente nos estudos históricos e pictóricos até à actualidade. Cruzamos ainda os dados analisados nos regimentos das corporações dos ofícios mecânicos dos trabalhos das madeiras: carpinteiros, marceneiros, entalhadores e por comparação pintores; de modo a determinar, através das metodologias de examinação dos aprendizes dos ofícios, e restantes normativas, as técnicas e materiais de execução exigidas, no contexto histórico do período Renascentista português. A presente realidade celebra o novo rumo da historiografia pela crescente incorporação de conservadores - restauradores nas equipas multidisciplinares de investigação. Neste contexto, seguem-se os avanços possíveis, que esperamos constituírem um contributo sólido para o reconhecimento das técnicas desta época tão valiosa visto que a historiografia testemunha que fora um pintor influente, sendo a presente investigação um contributo representativo para o conhecimento do modus facendi do século XVI. Além do considerável avanço na identificação do corpus da obra deste mestre e consequentemente na determinação das metodologias utilizadas na história da Conservação e Restauro, importantes para o discurso ético e deontológico da profissão.
In the scope of scientific research in the fields of art and painting conservation, we prepared a detailed study of the primitive wood support, preparation techniques and materials, in the works of the sixteenth century Portuguese painter Vasco Fernandes, the renowned "Grão Vasco." In this dissertation, entitled: "The sixteenth century Portuguese painting of Vasco Fernandes: Conservative and technical study of the support", we unveil also the different conservation and restoration interventions, its causes and the present-day pathological consequences. At the same time, to this rigorous mapping, we conducted a survey on the art works history and individual and collective exhibitions. Despite its longevity, of about 500 years, the gathered data directly and indirectly favors the unraveling of possible questions about the preservation history of such paintings. Given the large number of works that are historically attributed to the master Vasco Fernandes himself or to his workshop, we decided on a group of eleven paintings. We chose to follow the criteria previously set by Dalila Rodrigues and address specifically and only the works2 that whether by contract, signature or irrefutable documentation, are undoubtedly attributed to Vasco Fernandes; thus constituting a group certainly representative of his mastery. The remaining five paintings of the altarpiece of Lamego’s Cathedral (1506-1511) present in the Museu de Lamego; the two side altarpieces of St. Peter and St. Sebastian of Viseu’s Cathedral, (1530-1535) at Museu Grão Vasco; the triptych with the Lamentation over the Dead Christ, St. Francis and St. Anthony (1510-1530) at the Museu Nacional de Arte Antiga; and the Pentecost Altarpiece (1535) at the Monastery of Santa Cruz of Coimbra. In order to achieve the proposed objectives and to complement previous studies, we performed X-radiography of the paintings, whenever possible. This is indispensable to the visualization and analysis of the wood panel assembly techniques. The results and conclusions were surprising and determinant to the understanding of the practices used, from these we developed 2D and 3D drawings of the structures using AutoCAD® 3dsMax®. Additionally, we preceded to the laboratory identification of the woods, in parallel with a strong auxiliary research component of archive sources, reports, correspondence, literature, among others. This comprises an essential documentary database that it is absent in the historical and pictorial studies known to the present. We cross-correlated the data retrieved from the apprentices examination methodologies, and other regulations of wood work related gilds: carpenters, carvers and woodworkers and by comparison painters, to determine the techniques and materials required in the historical context of the Portuguese Renaissance period. This approach celebrates the new course of historiography with the increasing incorporation of Conservators - Restorers in the multidisciplinary research teams. In this context, the following are the possible advances which we hope will constitute a solid and valuable contribution to the knowledge of the representative modus facendi of the sixteenth century; and in addition, the considerable advances in the knowledge of the corpus of this Master’s work, as the historiography witness that he was an influent painter. Consequently we hope to determine the methodologies used throughout the history of conservation and restoration, an important issue in the ethical and deontological discourse of the profession.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/20371
Aparece nas colecções:EA - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
JOANA_SALGUEIRO_DOUTORAMENTO_UCP (1).pdf21,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.