Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9877
Título: Estratégias de coping na família que presta cuidados
Outros títulos: Coping strategies in the family caregivers
Autor: Peixoto, Maria José
Santos, Célia
Palavras-chave: Família que cuida
Stresse
Estratégias de coping
Family caregivers
coping strategies
stress and family
Data: 2009
Editora: UCEditora
Citação: PEIXOTO, Maria José; SANTOS, Célia - Estratégias de coping na família que presta cuidados = Coping strategies in the family caregivers. Cadernos de Saúde. Lisboa. ISSN 1647-0559. 2:2 (2009) 87-93
Resumo: A família está em constante interacção com o meio, tendendo para o equilíbrio. Quando surge uma doença, a família depara-se com uma situação que lhe afecta a estabilidade e vê-se confrontada com a necessidade de desencadear estratégias de coping efectivas, no sentido de adquirir novamente o seu equilíbrio. Cabe ao enfermeiro ajudar a família a lidar e a superaras experiências menos positivas na transição do seu estado de saúde/doença. Neste contexto pretendemos com este artigo fazer uma reflexão baseada na revisão da literatura descrita acerca do tema. Nomeadamente tecer algumas considerações sobre a família que cuida, estratégias de coping a implementar minimizando repercussões negativas que possam advir da instabilidade familiar, modelos que explicam a adaptação dessas famílias na transição saúde/doença e a importância dos enfermeiros neste processo.
The family is continuously in interaction with the environment aiming towards equilibrium. When a disease appears, the family has to face different situations which may affect, not only their stability, but also the need to develop effective coping strategies in the sense that they have to gain a new equilibrium. It’s a nurse’s task to help the family to cope and overcome negative experiences in the transition from being a healthy individual to being ill. In this context, it is our intention in this article and based on the review of the literature on the subject described to make a reflection, namely some considerations about family caregivers, coping strategies to be implemented minimizing negative impacts that may come from family instability; models that explain the adaptation of these families in health/illness transition and the importance of nurses in this process.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9877
ISSN: 1647-0559
Aparece nas colecções:RCS - 2009 - Vol. 002 - Nº 02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CS 2.2 (6).pdf223,43 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.