Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9874
Título: Complexidade prosódica e segmentação de palavras em crianças dos 4 aos 6 anos de idade
Outros títulos: Prosodic complexity and word segmentation in children between 4 and 6 years old
Autor: Afonso, Catarina
Freitas, Maria João
Alves, Dina
Palavras-chave: Consciência fonológica
Segmentação silábica de palavras
Sílaba
Extensão de palavra
Acento de palavra
phonological awareness
syllabic segmentation
syllable
word extension
word stress
Data: 2009
Editora: UCEditora
Citação: AFONSO, Catarina; FREITAS, Maria João; ALVES, Dina - Complexidade prosódica e segmentação de palavras em crianças dos 4 aos 6 anos de idade = Prosodic Complexity and Word segmentation in children between 4 and 6 years old. Cadernos de Saúde. Lisboa. ISSN 1647-0559. 2:2 (2009) 31-41
Resumo: O objectivo deste trabalho é o de contribuir para o estudo do efeito de variáveis linguísticas numa tarefa de segmentação silábica de palavras, manipulando-se, especificamente, três variáveis: complexidade silábica; extensão de palavra; acento de palavra. A relevância de um trabalho desta natureza reside na inexistência de instrumentos de avaliação da consciência fonológica que tenham em consideração estas variáveis, podendo, os resultados aqui obtidos, constituir um contributo para a construção linguisticamente controlada de instrumentos desta natureza. Observaram-se 80 crianças portuguesas comuns a média de idade de 64 meses, submetidas a uma tarefa de segmentação com 42 palavras. Quanto à variável complexidade silábica, os dados mostram que as crianças segmentam melhor palavras com CV inicial e V inicial do que palavras com ClVe CrV. Os tempos de reacção obtidos mostram que sílabas com V inicial e CV inicial demoram menos tempo a ser segmentadas do que as sílabas com CCV inicial. Por outro lado, as palavras dissilábicas apresentam valores de sucesso mais elevados e tempos de reacção mais baixos do que as palavras trissilábicas e os trissílabos paroxítonos têm percentagens de sucesso e tempos de segmentação mais elevados do que os proparoxítonos.
The main goal of the current study is to identify the impact of specific linguistic aspects in the task of word syllabic segmentation. Three prosodic variables were considered: syllabic complexity, word extension and word stress. The instruments for the evaluation of phonological awareness are normally conceived without underlying criteria constraining the shape of the phonological stimuli used for data collection. The present study contributes for the discussion on the relevant variables to be taken into account for the proposal of a linguistically controlled evaluation instrument in the field of phonological awareness. The syllabic segmentation task used contains 42 words and it was presented to a group of 80 Portuguese children with of mean age of 64 months. For the ‘syllabic complexity’ variable, the Onset of the first syllable of the word was controlled (CV, V, CCV). The results showed that children reach a higher rate of success for word-initial CV and V than for branching Onset. The reaction time values obtained show that the segmentation for word-initial V and CV forms are lower than the ones for word-initial CCV. As for the variable ‘word extension’, the success rates depended on this aspect: disyllabic words are easier to segment than disyllabic ones. Finally, the ‘word stress’ variable showed that the penultimate stress pattern in trisyllabic words promote the success in the children’s performance.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9874
ISSN: 1647-0559
Aparece nas colecções:RCS - 2009 - Vol. 002 - Nº 02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CS 2.2 (3).pdf371,14 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.