Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9539
Título: A esquizofrenia como experiência de sofrimento : exploração do impacto do empowerment na experiência do sofrimento em pessoas com diagnóstico de esquizofrenia internados e em tratamento
Autor: Poleri, Tânia Elisabete Vaz
Orientador: Costa, Eleonora
Vieira, Carla Pais
Palavras-chave: Esquizofrenia
Sofrimento
Empowerment
Saúde Mental
Schizophrenia
Suffering
Empowerment
Mental Health
Data de Defesa: 2012
Resumo: O principal objectivo deste estudo pretendeu explorar se os níveis de sofrimento na esquizofrenia diminuem quando existe empowerment, considerando-se que o empowerment é caracterizado pelas principais dimensões psicológicas (tais como autonomia, independência, autodeterminação, eficácia e a competência) desenvolvidas através de processos de reabilitação psicossocial. A amostra do estudo é constituída por 50 indivíduos institucionalizados com diagnóstico de esquizofrenia, divididos em dois grupos de 25 doentes com esquizofrenia, sendo um grupo de unidades de evolução prolongada (crónicos) e outro de unidades de reabilitação. As variáveis do estudo foram as sócio-demográficas que caracterizaram a população do estudo, a como variável dependente foi considerado o nível de sofrimento medido através do Prism. Para realização do estudo recorreu-se ao instrumento de medida não verbal/visual PRISM (Büchi et al., 2002) como medida de avaliação dos níveis de sofrimento, além do recurso à escala de Barthel (Mahoney & Barthel, 1965 versão portuguesa de Araújo e colaboradores, 2007) e Minimental State Examination – MMSE (Folstein, Folstein & McHugh (1975) adaptado à população portuguesa por Guerreiro e colaboradores, (1994)) como medidas de inclusão no estudo. Os resultados indicam que não se verificam diferenças estatisticamente significativas para os níveis de sofrimento entre doentes com maior ou menor empowerment (com ou sem reabilitação). Este resultado revela que se trata de uma amostra com potenciais índices de sofrimento independentemente do tipo de intervenção. O estudo do sofrimento nos doentes com diagnóstico de esquizofrenia é um factor importante para compreensão do doente e para o desenvolvimento de intervenções psicológicas face ao mesmo.
The present study aimed to explore the reduction of suffering levels in schizophrenia at the existence of empowerment, considering that empowerment is characterized by the main psychological dimensions (such as autonomy, independency, auto determination, effectiveness, and competence) developed through the processes of psychosocial rehabilitation. The study‘s sample is composed by 50 institutionalized individuals, all diagnosed with schizophrenia, divided in two groups of 25 schizophrenia patients, being one of the groups composed by chronic patients and the other group rehabilitation patients. The study variables were the socio-demographics that characterized the study‘s population, as dependent variable was considered the suffering level measured by Prism. For the study‘s execution was necessary to use the non-verbal/visual measurement method - PRISM (Buchi et al., 2002) as evaluation method of suffering levels, together with the Barthel scale (Mahoney & Barthel, 1965 Araújo and collaborators Portuguese version, 2007) and Monumental State Examination – MMSE (Folstein, Folstein & McHugh (1975) adapted to Portuguese Population by Guerreiro and collaborators, (1994)) as study inclusion measures. The results show no significant statistical differences for the suffering levels between patients with higher or lower empowerment (with or without rehabilitation). These results also reveals that independently the intervention type, the sample has potential suffering indicators. The study explores that the suffering levels in schizophrenia-diagnosed patients is an important factor for the patient‘s comprehension and psychological intervention development.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9539
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Universidade Católica Portuguesa - Dissertação Tânia Poleri.pdf640,14 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.