Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9467
Título: Gravidez na adolescência : das competências educativas parentais às circunstâncias de risco : estudo com mães adolescentes do Grão-ducado de Luxemburgo
Autor: Ferreira, Camilo Alberto de Sá
Orientador: Lobo, Fátima
Palavras-chave: Maternidade Precoce
Mães Adolescentes
Competências Educativas Parentais
Premature Motherhood
Adolescent Mothers
Educational Parenting Skills
Data de Defesa: 2011
Resumo: Nestes últimos anos, vários têm sido os estudos desenvolvidos que enfatizam o impacto da maternidade precoce nas competências educativas parentais das mães jovens, sendo este impacto muitas vezes nefasto para o desenvolvimento social, cognitivo e emocional da criança. O fenómeno social em estudo assumiu particular interesse para a prática profissional do mestrando, enquanto assistente social do departamento da maternidade e pediatria do Centro Hospitalar de Luxemburgo, por se verificar um acréscimo do número de mães adolescentes a solicitarem o apoio do gabinete de Serviço Social deste departamento, nomeadamente em termos do desenvolvimento de competências parentais. Neste âmbito, o principal objectivo passou por estudar a relação entre as competências educativas parentais (atitudes parentais, práticas educativas e “locus” de controlo educativo parental), nomeadamente em termos das sub-dimensões rigidez/flexibilidade, desconfiança/confiança, normativas/elaboradas, severidade/liberalismo, interno/externo e das características sócio-demográficas da amostra (idade, nível de escolaridade, aceitação da gravidez, situação laboral, estado civil e apoio familiar). Para isso, foi utilizada uma amostra de 37 mães adolescentes com idades que oscilaram entre os 15 e os 19 anos, residentes no Grão-ducado de Luxemburgo, que têm filhos com idades compreendidas entre os dois e os quatro anos. O presente estudo compreendeu a administração de dois instrumentos: uma ficha sócio-demográfica e a Escala das Competências Educativas Parentais (ECEP; Larose, Terrisse & Grenon, 2000). Os resultados obtidos foram de acordo com a literatura, uma vez que foi possível verificar uma correlação significativa entre as competências educativas parentais e as características sócio-demográficas da amostra, assim como o facto das mães adolescentes mais velhas adoptarem mais atitudes parentais e práticas educativas, ao passo que as mais novas parecem demonstrar um maior sentimento de controlo educativo parental.
In recent years, several studies have been developed which emphasize the impact of teenage motherhood into parenting skills of young mothers. This impact is often damaging the child in terms of social, cognitive and emotional patterns. The social phenomenon under study is of particular interest to the Master's professional practice, as a social worker, from the department of maternity and pediatrie at the Hospital Center of Luxembourg. This fact is due to an increasing of teenage mothers that request support from the department of Social Service, particularly in terms of developing parenting skills. In this context, the main objective is to study the relationship between parenting skills (parenting attitudes, educational practices and "locus" of education’s parental control), particularly in terms of sub-dimensions, stiffness/flexibility, confidence/trust, regulatory/elaborate, severity/liberalism, internal/ external and the socio-demographic characteristics of the sample (age, education level, acceptance of pregnancy, employment status, marital status and family support). For this, we used a sample of 37 teenage mothers with ages ranged between 15 and 19 years, residents in the Grand Duchy of Luxembourg, who have children aged between two and four years. This study involved the administration of two instruments: a socio-demographic form and Scale of the Educational Parenting Skills (ECEP; Larose, Terrisse & Grenon, 2000). The results were in accordance with the literature, since we observed a significant correlation between parenting skills and socio-demographic characteristics of the sample, as well as the fact that older adolescent mothers take more parental attitudes and educational practices, while the younger seem to demonstrate a greater sense of parental control of education.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9467
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FCS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.