Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9369
Título: Caminho de esperança : o adolescente / família portador de doença crónica
Autor: Oliveira, Maria Clara Camilo Ribeiro de
Orientador: Vara, Lília Rosa Alexandre
Palavras-chave: Adolescente
Esperança
Enfermeiro
Adolescent
Hope
Nurse
Data de Defesa: Fev-2011
Resumo: Ao reflectirmos no processo adaptativo do adolescente a uma doença crónica, incapacitante ou de mau prognóstico, torna-se fundamental compreender a percepção que cada adolescente tem relativamente à sua doença, mas também, compreender de que forma a doença interfere no seu processo de desenvolvimento e na resolução das tarefas essenciais da adolescência A doença crónica representa um factor de stress importante para o jovem e para a família, Assim, as suas consequências vão depender da forma como o adolescente e a família, com a ajuda dos profissionais de saúde, vão ser capazes de compreender, interpretar, avaliar e confrontar a situação de doença e as experiências de sofrimento e limitação física que dela decorrem. O agir profissional dos enfermeiros, seja nos Cuidados de Saúde Primários seja nos Cuidados Diferenciados, deve constituir uma força impulsionadora do bem-estar e da esperança, pelo que é necessário identificar quais as intervenções que o enfermeiro deve adoptar como promotoras de esperança. Intervenções que promovam suporte a nível social, emocional, formativo e instrumental contribuem para o desenvolvimento de competências que permitem um bom processo adaptativo à situação de saúde de cada um, promovem a esperança e a motivação, e diminuem o sofrimento. A esperança é imprescindível à resiliência, que pode ser definida como a capacidade que permite o sujeito, grupo ou comunidade, prevenir, minimizar ou ultrapassar os efeitos perturbadores das adversidades e enquanto, uma das principais emoções do ser humano potencia o seu bem-estar e a qualidade de vida. Surge como uma poderosa estratégia de “coping” visando a promoção e a manutenção da saúde, constituindo-se uma força inerente ao ser humano. O presente relatório tem como principal objectivo descrever e analisar criticamente, as competências pessoais e profissionais, assim como as actividades desenvolvidas, com vista à promoção da esperança do adolescente/família portador de doença crónica. Surge na sequência de um projecto de estágio concretizado em três módulos, distribuídos por duas instituições de saúde, Direcção-Geral de Saúde e Hospital de Dona Estefânia. A metodologia adoptada foi a descritiva, analítica e reflexiva, tendo por base a elaboração de um portfolio reflexivo que fundamentou as actividades desenvolvidas. A doença, a hospitalização e a morte implicam sofrimento para o adolescente e família, pelo que, é importante que o enfermeiro esteja atento e promova a esperança. O facto de o enfermeiro acreditar na resolução dos problemas e ter esperança no futuro, é essencial para que o adolescente e família também o percepcionem de forma positiva
Upon reflection on the adolescent’s adaptable process to a chronic, disabling or of poor prognosis illness, it is not only essential to understand the perception that each adolescent has in what it regards his/her illness, but also to understand in which way the illness interferes in his/her development process and in the resolution of the essential adolescence tasks. The chronic disease represents a major stress factor for the youngster and the family. Thus, its consequences will depend upon the way the adolescent and the family, with the help of the health care professionals, will be able to understand, interpret, evaluate and confront the disease situation and the suffering and physical limitation experiences that come of it. The professional acting of nurses, be it in the Primary Health Cares, be it in the Differentiated Cares, should constitute a driving force of well-being and hope, making it necessary to identify the interventions which the nurse should adopt as hope promoting. Such interventions that promote support on a social, emotional, learning and instrumental level contribute to the development of abilities which allow a good adaptable process to each one’s health situation, promote hope and decreases suffering. Hope is indispensable to resilience, which may be defined as the ability that allows the individual, group or community to prevent, minimize or overcome the distressing effects of adversities and as one of the human beings main emotions, strengthens his well-being and quality of life. It arises as a powerful “coping” strategy aiming at the promotion and maintenance of health, becoming an intrinsic strength to human beings. This report has the chief goal of describing and critically analysing the personal and professional competences as well as the developed activities which aim at the promotion of hope in the adolescent and the family of the chronic disease bearer. It arises as the consequence of an apprenticeship project which was implemented in three modules, distributed by two health institutions, namely the Direcção Geral de Saúde, (General Health Department) and Dona Estefânia Hospital. The adopted methodology was the descriptive, analytical and reflexive one, which was based on the making of a reflexive portfolio that grounded the developed activities. Illness, hospitalization and death mean suffering for the adolescent and family, so it is important that the nurse is attentive and hope promoting. The fact that the nurse believes in the solving of problems and feels hopeful, is essential to make the teenager and family have the same kind of positive approach to the situation
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9369
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório.pdf52,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.