Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9329
Título: Condições de trabalho e de saúde em situação de autoemprego
Autor: Guedes, Teresa Borges Taveira de Sousa
Orientador: Cunha, Liliana
Working conditions
Entrepreneurship
Palavras-chave: Autoemprego
Saúde
Condições de trabalho
Empreendedorismo
Self-employment
Health
Data de Defesa: Jun-2012
Resumo: Os discursos sociais e políticos parecem incentivar hoje, mais do que outrora a criação do próprio emprego, com o intuito de contrariar as adversidades de um mercado de trabalho instável. Com o aumento das situações de autoemprego, tornou-se pertinente compreender quais os fatores determinantes na opção por uma atividade por conta-própria e qual o impacto das situações de emprego na saúde dos trabalhadores. Para esse efeito, foi realizado um estudo qualitativo, com base em entrevistas e no Inquérito de Saúde e Trabalho [INSAT] (2010) e pedida a colaboração de dois participantes que saíram de uma situação de emprego assalariado, na mesma empresa, e que atualmente se encontram autoempregados. Foi, ainda, realizada uma entrevista com a Diretora de recursos humanos da empresa onde ambos os participantes trabalharam. A análise dos dados permitiu perceber que as opções subjacentes à decisão de criação do próprio emprego prendem-se com a expectativa de uma vida melhor, não tanto a nível financeiro, mas sim pela autonomia e pela possibilidade de gerirem não só todo o negócio como o horário de trabalho. Todavia, esta situação de emprego comporta também custos não negligenciáveis para a saúde, associados ao aumento de responsabilidades e a uma entrega “sem limites” ao negócio, que nem sempre são equacionados na reflexão sobre oportunidades / constrangimentos desta situação de emprego.
The social and political speeches seem to encourage, more than before, the creation of selfemployment, against the odds of an unstable labor market. With the increase in selfemployment situations, it became relevant to understand the factors determining the choice of a self-employed activity and the impact of employment situations in the health of workers. For this purpose, we performed a qualitative study based on interviews and survey of work and health [INSAT] (2010) and requested the collaboration of two participants who came from a situation of wage employment in the same company, and currently are self-employed. It also held an interview with the Director of Human Resources of the company where both participants worked. The data analysis allowed us to perceive that options underlying the decision to self-employment are linked to the expectation of creating a better life, not so much financially, but the autonomy and the ability to not only manage the entire business as working hours. However, this job also entails non-negligible costs to health associated with increased responsibilities and delivering a "no limits" to the business, which are not always equated reflection on opportunities / constraints of this job.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9329
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado - Teresa Taveira.pdf1,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.