Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9238
Título: Cartas terapêuticas : um meio para acolher a criança e a familia nas instituições de saúde
Autor: Gomes, Marta Alexandra Galveia
Orientador: Vaz, Judite
Palavras-chave: cartas terapêuticas
criança/família
Comunicação
Enfermagem.
Therapeutic letters
Child/family
Communication
Nursing
Data de Defesa: Mai-2011
Resumo: O presente relatório aborda a temática das Cartas Terapêuticas: Um meio para acolher a criança e família nas Instituições de Saúde. O seu objectivo prende-se com evidenciar o percurso do formando no decorrer da Unidade Curricular Estágio, salientar os objectivos e actividades realizadas e apresentar uma análise crítica e reflexiva face ao processo de aprendizagem e desenvolvimento de competências. Com enfoque nas áreas de actuação do enfermeiro especialista, evidenciam-se não só as competências gerais desenvolvidas, como as específicas no âmbito da saúde infantil e pediatria. Tem-se por base que a intervenção do enfermeiro especialista ao binómio criança/família considerando os processos de comunicação e relação, é fundamental no sentido do estabelecimento de uma prática em parceria, promotora da assistência da criança/jovem e família na maximização da sua saúde e na prestação de cuidados específicos em resposta às necessidades do ciclo de vida da criança e do jovem. Assim, entende-se que a sistematização da intervenção cartas terapêuticas, prática inovadora e suportada por evidência, consubstancia uma mais-valia no sentido de uma melhoria das práticas assistenciais nesta área de especialidade e consequente desenvolvimento do conhecimento e cuidados de enfermagem. Em contexto comunitário, foram desenvolvidos três formatos de cartas terapêuticas e sistematizada a mesma intervenção, dinamizada uma sessão de partilha entre pais e elaborado um guia de acolhimento à família para consulta de saúde infantil, sistematizando-se também essa prática. Na prática hospitalar, foi elaborado um diploma de coragem, reformulado guia de acolhimento à família e construído guia de acolhimentos para jovens/adolescentes. Durante o estágio em unidade de neonatologia foi elaborado um diário de partilha entre pais e por fim em contexto de urgência pediátrica foi avaliada e sistematizada a intervenção cartas terapêuticas e colaborou-se na revisão da norma do acolhimento. Ressalva-se que em todos os contextos foi preocupação frequente a adopção de estratégias de comunicação e relação promotoras da participação do cliente no processo assistencial, dando-se especial relevo à importância de dar feedback aos mesmos sobre a aquisição de novos conhecimentos e desenvolvimento de habilidades.
This report comprizes the scope of Therapeutic Letters: A way to receive chidren and their families in the heath facilities. The main goals of this summary are to provide evidence of registered development with respect to the duration of the clinical practice, to outlay the goals and perfected activities of this unit, as well as to present a critical and reflexive analysis of the learning process and competency development. In order to analyze registered development, the report contrasts actual developed general and specific competencies with those that are expected from a specialist nurse in assisting the child and family. When engaging in care giving to a given infant/child, it is of the utmost importance for the nurse to bear in mind the efficacy of appropriately gauging the patterns of communication in the scope of the relationship. Similarly, it is also important for the nurse to engage in this kind of process with the infant/child's family, thus ensuring maximization of care giving quality at each of the patient's cycle stages. Consequently, and assuming the aforementioned parameters are met, it can be inferred that the therapeutic letters intervention can be an asset when then goal is to improve the quality of provided assistance in the field of pediatrics. In the community context, three main formats of therapeutic letters were developed, as well as their respective system architectures. These developments were accompanied by a sharing session between parents, and by a set of guiding rules that are meant to help families in the self-assessment process of the child's health state. Furthermore, a system architecture for this process was also elaborated. Subsequently, and in the context of a hospital, a certificate of courage was designed, the set of guiding rules were revised in the domain of family receiving, and a set of guiding rules were developed in the domain of adolescent receiving. During the internship in the neonatology unit, a logbook that is intended for sharing of parent experience was developed. The therapeutic letters intervention was also revised to adapt to a situation of a pediatric urgency nature, as well as the set of guiding rules. It should be mentioned that during all stages of the clinical practice, the appropriate gauging of interpersonal communication techniques was of paramount importance, thus always bore in mind. In addition, techniques that permit the care giver to freely provide human capital feedback to the patient were also developed and implemented.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9238
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório Marta Gomes 2011.pdf5,84 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.