Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9230
Título: Trabalho por turnos definidos no feminino : que desafios na conciliação da vida profissional com a vida pessoal ?
Autor: Costa, Ana Cristina Oliveira
Orientador: Fonseca, Antonio
Cunha, Liliana
Palavras-chave: Género
Horário
Trabalho por turnos
Conciliação trabalho-família
Gender
Schedule
Shift work
Work-life balance
Data de Defesa: 2011
Resumo: Inserida na linha de investigação sobre género e trabalho este estudo realça as circunstâncias vivenciais exigidas às mulheres no âmbito da esfera profissional e privada quando estão sujeitas a horário de trabalho por turnos (fixos e rotativos). Pretende-se através das trabalhadoras do sector da distribuição salientar as implicações subjacentes às tentativas diárias de conciliação trabalho-família. Para tal, desenvolveu-se uma pesquisa que conta com uma amostra feminina que privilegia a metodologia qualitativa em prol da valorização dos discursos de trajectos de vida distintos, observações da actividade e diálogos informais. Tornou-se claro a partir deste estudo a necessidade constante das trabalhadoras readaptarem a sua vida pessoal de forma a dar resposta às exigências face à imprevisibilidade do horário por turnos (maioritariamente, rotativos). Realça-se a expressão do sentimento de afastamento familiar e social sendo considerando-se este o custo mais elevado
Concerning to gender and work research this study highlights the experimental circumstances required the women in the professional and private sphere when subjected to hours of shift work (fixed and rotary). It is intended through the distribution sector workers identify the implications of the daily effort of manage work-life balance. To this end, was developed a survey that has an exclusive female sample that privileges qualitative methodology in favor of the appreciation of the discourses of different experiential journeys, observations of the professional activity and informal dialogues. It became clear from this study the constant need to readjust their working life because all of the demands of an unpredictable shift work. Thus, it is frequent the expression of the feeling of family and social withdrawal which is the most evident damage to the female workers.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9230
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_AnaOliveiraCosta.pdf1,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.