Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9214
Título: Cruzar olhares sobre a intervenção familiar integrada e precoce famílias (s) em risco?
Autor: Varanda, Ana Cláudia
Orientador: Xavier, Rita Lobo
Carneiro, Rosário
Palavras-chave: Famílias multidesafiadas
Crianças em Risco
Intervenção Integrada
Precoce e Orientação
Mediação Familiar
Multi-challenged families
Children at Risk
Integrated Action
Early Counseling and Family Mediation
Data de Defesa: Dez-2011
Resumo: A Apresentação do presente estudo resultou de uma pesquisa intensiva sobre as percepções e representações das famílias multidesafiadas com crianças em idade pré-escolar em contextos de risco, acompanhadas pelo Núcleo de Acção Social, da Autarquia de Montelavar, e dos Técnicos que as acompanham, acerca das suas necessidades e forças, bem como, a adequação de estratégias, práticas e serviços de intervenção eficazes. Cruzando olhares acerca da Intervenção Integrada, Precoce e Orientação e Mediação Familiar, inquiriu-se vinte famílias residentes na Freguesia e acompanhadas pela Autarquia, aplicando-se diversos instrumentos, tais como: Questionário Sócio-Demográfico; Inventário das Necessidades da Família (Bailey e Simeonson, 1988); Escala de Avaliação de Apoio Social à Família (Dunst e Al. , 1988); Inventário de Rotinas na Família (Boyce, Jensen, James e Peacokn,1993); Escala de Avaliação Global da Assertividade (EAGA) (Jardim e Pereira, 2006); Escala de Avaliação Global da Resiliência (EAGR) (Jardim e Pereira,2006), visando conhecer atributos, comportamentos e competências, perfil de desenvolvimento, rede de suporte formal e informal, caracterização das rotinas diárias e identificação das necessidades. Auscultou-se, igualmente, doze Técnicos parceiros da Autarquia, em contexto de Focus-Group, com o objectivo de conhecer como são sinalizadas as situações de risco, que encaminhamento e plano de intervenção é dado à situação, se crêem na natureza e âmbito do serviço de Intervenção Precoce proposto e percebido pelas famílias e na importância de uma colaboração efectiva com estas, quais as linhas de orientação para a prática que pensam ser relevantes e consideram necessário à criação de um projecto integrado de intervenção precoce junto das famílias e suas crianças em contexto de risco. Os resultados demonstram que as famílias percepcionam-se como competentes ao nível da assertividade e resiliência, que detêm apoio conjugal satisfatório e rotinas consistentes, porém evidenciam severas dificuldades e fragilidades ao nível de informação, apoio social e familiar. Conclui-se que os Profissionais crêem num trabalho de intervenção integrado e precoce, multidisciplinar e em rede, pese embora terem sido sentidas várias incongruências próprias da dinâmica interna dos serviços e advindas da dificuldade de partilha de poder e delegação de autonomia às famílias. Ambos consideram essencial a implementação de um Projecto Integrado de Intervenção Precoce que pense e adeqúe os apoios sociais, as características individuais e as necessidades tendo como propósito um modelo centrado na família, na criança e na comunidade.
The present study is the result of intensive research on the perceptions and representations of multi-challenged families with pre-school aged children at risk. Accompanied by the Social Work Services of the Municipality of Montelavar and its social workers regarding the needs and capacities of these families, this study also presents effective strategies, practices and intervening actions. Analyzing the Integrated Action and Early Counseling and Family Mediation, twenty resident families of the local Parish were queried and followed up by the Municipality with the use of different tools: a socio-demographic questionnaire; Family Needs Analysis (Bailey and Simeonson, 1988); Evaluation Scale of Social Support to the Family (Dunst and Al, 1988); Analysis of Family Routines (Boyce, Jensen, James and Peacokn, 1993); Global Assessment of Assertiveness (EAGA) (Jardim and Pereira, 2006); Global Assessment of Resilience (EAGR) (Jardim and Pereira, 2006) aimed at getting to know families‟ attributes, behaviours and skills, development profiles, formal and informal support networks, the characterization of daily routines and identification of needs. Twelve social workers working in partnership with the Municipality were also heard within the Focus-Group in order to understand how risks are identified; what strategies and action plans are applied to each situation; if they believe in the nature and the scope of the Early Action proposed and if it is understood by families; if they believe in the importance of effective cooperation with these strategies and plans; and what relevant guidelines are needed for creating an integrated project of Early Action within families and children who are at risk. Results show that families regard themselves competent with respect to assertiveness and resilience. They claim to have satisfactory spousal support and consistent routines. However, serious difficulty and fragility is revealed at the information, social and family support levels. We can conclude that Professionals believe in multidisciplinary integrated early action in a network. Several inconsistencies, however, were felt within the internal dynamics of the department due to the difficulty in sharing power and delegating autonomy to families. Both consider it essential to implement an Integrated Early Action Project which will think and adapt social support, individual characteristics and needs to the family, the child and community.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9214
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_AC_final.pdf4,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.