Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9205
Título: Porto : da cidade ao museu : contributo ao estudo da paisagem histórica no contexto da cidade contemporânea
Autor: Cannalonga, Marilena Calvo
Orientador: Sousa, Gonçalo de Vasconcelos e
Dias, Lino Tavares
Data de Defesa: 2008
Resumo: A cidade, organismo vivo em contínuo estado de mudança, apresenta-se como desafio na área de Gestão do Património Cultural, especialmente no que se refere às suas paisagens culturais. Contém os elementos identitários que caracterizam a produção colectiva, ao longo do tempo, tal como um facto natural. Buscando encontrar os elementos caracterizadores e facilitadores da imagem fruída portuense, é feita uma prospecção dos valores identitários da urbe contemporânea europeia. Estabelecidas as raízes conceptuais da cidade e das vicissitudes pelas quais tem passado, permanece o desafio do convívio entre os diferentes tempos e conteúdos espaciais. Na recente classificação das cidades como Património, e do valor emergente de produto cultural, os valores de unicidade e competitividade promovem uma tensão capaz de gerar conflitos ou benesses, conforme a abordagem local dessa problemática. Simultaneamente, os chamados “não-lugares” marcam o tempo da “sobremodernidade” (Augé, M.: 2005), no qual, a descaracterização dos valores locais: contextos e conteúdos, aprofundam a reflexão acerca da manutenção ou esvaziamento das cidades especialmente os lugares secretos, intimistas, repletos de significados, como é o caso da cidade do Porto, berço toponímico e histórico da nação portuguesa. Considerando a trilogia citada por Bernard Tschumi (2004): conceito x conteúdo x contexto, como eixo estruturador de reflexões, propomos a implementação do museu da cidade como ‘software’ a gerir as intenções de fruição na urbe, esta entendida como o ‘hardware’. Face à urgência de revitalização do seu centro histórico, a cidade do Porto tenta avançar neste novo milénio sem perder sua identidade, que se mistura não apenas com a própria formação da identidade nacional, mas também com a das inúmeras cidades fundadas do período dos descobrimentos. Este contexto faz do Museu da Cidade do Porto, além de um referencial e memorial, um lugar de reflexão e convergência.
The city, as a living body in steady changing conditions, introduces challenges for the Cultural Patrimony Management, especially in the issue of the Cultural landscapes. It includes identity elements, distinguishing marks of the collective production through the time what makes it similar to a natural fact. In order to find the particular elements to make clear the perception of the living image of Porto, an investigation of identity values of the contemporary European urbe is done. Settled the conceptual roots of the city and the vicissitudes that it has been suffering, the challenge of understanding the ensemble of times and space contents remains. The recent classification of cities as Cultural Patrimony and the emergent value as a cultural product, the values of unicity and competitiveness have promoted a tension able to generate conflicts or benefits according to the local approach. At the same time, the so called “non-places” emphasize the “supermodernity” time (Augé, M.: 2005), when the deprivation the particular values: contents an contexts, make deeper the reflection about the maintenance or the exhaustion of the cities, specially the meaningful secret or inner places, as it is the case of Porto, toponymic source of the Portuguese nation. Considering Bernard Tschumi’s trilogy (2004): concept x content x context, as an axis of reflections, we proposed the implementation of the city museum as the software, improving the intentions and possibilities of fluency in the urban space, this one understood as the hardware. Before the urgent revitalization of its historical center, the city of Porto tries to go further in this new millennium, without loosing its own identity, which merges, not only through with the national scene, but also with numerous cities founded all over the world by Portugal during the Discovery period. This context makes the City Museum of Porto a possibility of reference and a memorial, but also a place of reflection and convergence.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9205
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
EA - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.