Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9177
Título: As escolas e a autonomia – conclusões de um estudo de caso
Autor: Ribeiro, Elsa
Machado, Joaquim
Palavras-chave: Escola
Centralismo
Autonomia
Contrato
School
Centralism
Autonomy
Contract
Data: 2011
Editora: Universidade Católica Portuguesa. Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais
Citação: RIBEIRO, Elsa ; MACHADO, Joaquim - As escolas e a autonomia – conclusões de um estudo de caso. Gestão e Desenvolvimento. Viseu. ISSN 0872-556X. Nº 19 (2011), p. 157-174.
Resumo: A governação das escolas em Portugal tem hoje um "regime de autonomia, administração e gestão". Contudo, o peso do Estado centralizador e as poucas alterações entretanto ocorridas na administração das escolas portuguesas, faz da autonomia uma temática muito abordada em sede discursiva, mas com reduzida aplicação na prática. Revisitamos o percurso que as escolas tiveram de percorrer para contratualizarem a autonomia com a tutela, desde a avaliação externa até à celebração do contrato de autonomia, uma vontade contratualizada. Procedemos ao estudo empírico, com recurso a uma metodologia de investigação qualitativa, efetuámos um estudo de caso numa escola secundária, situada na zona norte, que celebrou em 2007 um contrato de autonomia, procurando compreender o impacto da governação por contrato na escola e as conceções dos atores educativos sobre autonomia contratualizada. The Portuguese public schools governance has, nowadays, a "regimen of autonomy, administration and management". However, the heavy interference of the centralizing State and the scarce alterations that have been occurring in the administration of the Portuguese public schools has turned the autonomy into a wide dealt subject within academic discussion, in spite of its reduced practical application. We have revisited the course that the schools had to go through in order to be able to establish a contract of autonomy with the ward, ever since the external evaluation up to the celebration of an autonomy contract. In other words: a "contracted" will. We have proceeded to the empirical study, resorting to a qualitative inquiry methodology and we have carried out a study in a secondary school, situated in the north of Portugal, that had celebrated in 2007 an autonomy contract, in order to try to understand the impact of the governance per contract in schools and the conceptions of the educational performers on contracted autonomy.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9177
ISSN: 0872-556X
Aparece nas colecções:RGD - Nº 019 (2011)
FEP - Artigos em revistas nacionais com Arbitragem / Papers in national journals with Peer-review

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
gestaodesenvolvimento19_157.pdf214,23 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.