Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/9166
Título: Monstrous female authorship in gothic literature: The Rodent-woman in Federico Andahazi's The Merciful Women
Autor: Biscaia, Maria Sofia Pimentel
Palavras-chave: Goticismo
Monstruosidade feminina
Autoria e autoridade femininas
Paternidade literária
Gothicism
Female monstrosity
Female authorship and authority
Literary parenthood
Data: 2011
Editora: Universidade Católica Portuguesa. Departamento de Letras
Citação: BISCAIA, Maria Sofia Pimentel - Monstrous female authorship in gothic literature: The Rodent-woman in Federico Andahazi's The Merciful Women. Máthesis. Viseu. ISSN 0872-0215. Nº 20 (2011), p. 195-207.
Resumo: Embora a novela tenha apresentado o vampiro ao mundo literário inglês, The Vampyre (1819) de John Polidori consta na história como uma realização menor quando comparada com essa outra criação monstruosa, Frankenstein (1818), ambas apresentadas como resultado de uma competição entre Lord Byron, os Shelley e do secretário do primeiro, Polidori. Com Las Piadosas / The Merciful Women (1998), Federico Andahazi presta uma homenagem irónica ao The Vampyre e à literatura gótica em geral. No romance de Andahazi, o monstro é uma mulher-animal de espécie indefinida e de traços indefinidos. Utilizando a estética gótica no seu próprio romance, Andahazi interroga o universo literário a partir do seu interior ao abordar questões como a autoria e ansiedade femininas, a política sexual da indústria literária, o vampirismo metafórico nas perspectivas masculina e feminina e respectivos contextos sociais, e a animalidade feminina como um símbolo da forma negada de agência literária feminina. Though the novella introduced the vampire to the English literary world, The Vampyre (1819) by John Polidori has gone down in history as a lesser achievement when compared to that other monstrous creation, Frankenstein (1818), both presented as the result of a group competition among Lord Byron, the Shelleys and the former's secretary, Polidori. With Las Piadosas/ The Merciful Women (1998), Federico Andahazi pays an ironic tribute to The Vampyre and to Gothic literature in general. In Andahazi's novel, the monster is an animal-woman of undefined species and elusive traits. Using gothic aesthetics in his own novel, Andahazi questions the literary universe from within on addressing issues such as female authorship and anxiety, the sexual politics of the literary industry, metaphoric male and female vampirism and their related social contexts, and female animalisation as a symbol of the rejected form of feminine literary performance.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/9166
ISSN: 0872-0215
Aparece nas colecções:RMA - Nº 020 (2011)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mathesis20_195.pdf385,64 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.