Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8906
Título: Teorias de integração monetária: Aplicação à União Europeia
Autor: Coimbra, Paulo
Palavras-chave: Integração monetária
Equilíbrio
Flexibilidade
Convergência nominal
Curva de Phlllips
Data: 2001
Editora: Universidade Católica Portuguesa. Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social
Citação: COIMBRA, Paulo - Teorias de integração monetária: Aplicação à União Europeia. Gestão e Desenvolvimento. Viseu. ISSN 0872-556X. Nº 10 (2001), p. 243-258
Resumo: A União Económica e Monetária (UEM) e a existência de uma moeda única na “Europa dos Doze” deixou de ser uma miragem para se constituir como o cenário mais provável em que nos moveremos a muito curto prazo. Neste sentido, importa que as questões de integração monetária sejam mais e melhor conhecidas. O presente trabalho desenvolve duas posições teóricas de abordagem à problemática da integração monetária, não contraditórias entre si. Conjuntamente analisam-se e utilizam-se as metodologias de Fleming-Cordon e Barro-Gorden na abordagem à realidade da União Europeia. Averigua-se se uma UEM constituída pelos quinze Estados membros constituiria uma área monetária óptima e se os critérios de convergência nominal estabelecidos pelo Tratado da União Europeia são necessários à criação de uma área monetária integrada.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8906
ISSN: 0872-556X
Aparece nas colecções:RGD - Nº 010 (2001)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
gestaodesenvolvimento10_243.pdf158,45 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.