Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8893
Título: Promover a resilência na criança/família : um percurso de desenvolvimento de competências
Autor: Botas, Ana Cristina Freire
Orientador: Andrade, Filipa
Palavras-chave: Enfermagem
Saúde Infantil e Pediatria
Competências
Resiliência
Children's and Pediatrics health care
Nursing
Skills
Resilience
Data de Defesa: 30-Dez-2011
Resumo: O presente relatório insere-se no âmbito do Curso de Mestrado em Enfermagem na área de Especialização em Saúde Infantil e Pediatria do Instituo de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa e visa documentar os resultados obtidos na Unidade Curricular Estágio no que concerne ao percurso percorrido no desenvolvimento de competências do Enfermeiro Especialistas em Saúde Infantil e Pediatria. A base conceptual deste percurso assenta na filosofia de cuidar de Anne Casey (1988), no Modelo Dinâmico de Avaliação e Intervenção Familiar de Figueiredo (2009) e no constructo resiliência. Norteadores de todo o caminho percorrido surgem também as competências do Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediatria e padrões de qualidade definidos pela Ordem dos Enfermeiros bem como o Código Deontológico e o Regulamento para o Exercício da Prática de Enfermagem. A Unidade Curricular Estágio desenvolveu-se em três módulos. O módulo I, decorrido na Unidade de Saúde Familiar do Castelo, destaca-se como principal actividade desenvolvida a elaboração do Programa Promoção de Resiliência na Criança/Família visando este a promoção de saúde através do fortalecimento dos factores protectores da criança/família. Das principais competências desenvolvidas, além das subjacentes à concepção do referido programa, realçase as competências na avaliação do crescimento e desenvolvimento infantil bem como a reflexão do papel do Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediatria nas Unidades de Saúde Familiar. No módulo II, Serviço de Pediatria, desenvolveram-se actividades consideradas promotoras de resiliência oferecendo-lhes forma a proposta Hora da Família, consistindo esta a proposta de visitação dos irmãos às crianças internadas, bem como a implementação de uma efectiva articulação de cuidados. Alicerças a estas actividades entre outras desenvolveram-se competências fundamentais na comunicação enfermeirocriança/ família. Na Unidade de Cuidados Especiais Neonatais a prestação de cuidados directos ao recém-nascido assume a principal actividade no desenvolvimento de competências do Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediatria. Destaca-se também a elaboração do programa Promover a Resiliência no Recém-nascido/Família, à semelhança do realizado no módulo I. A prestação de cuidados à criança/família no contexto da triagem constituiu a principal actividade desenvolvida na Unidade de Urgência Pediátrica, proporcionando o desenvolvimento de competências na mobilização de conhecimentos e habilidades na identificação rápida dos focos de instabilidade da criança. Conclui-se, da realização do presente relatório, que foram atingidos ganhos significativos na aprendizagem e aquisição de competências do Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediatria com a perspectiva que desafios futuros irão surgir e permitir a continuidade ao desenvolvimento de competências.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8893
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório.pdf29,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.