Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8891
Título: A vigilância epidemiológica da infecção do local cirúrgico : estudo de incidência e associação de variáveis de risco numa instituição hospitalar portuguesa, em 2010
Autor: Almeida, Luís Filipe Mendes Reis de
Orientador: Martins, Fernando Mena
Palavras-chave: Infecção Associada aos Cuidados de Saúde (IACS)
Infecção do Local Cirúrgico (ILC)
Vigilância Epidemiológica (VE)
Healthcare associated Infection (HAI)
Surgical Site Infection (SSI)
Epidemic Surveillance (ES)
Data de Defesa: 9-Jan-2012
Resumo: INTRODUÇÃO: A Infecção do Local Cirúrgico (ILC) é um fenómeno global, responsável por elevados índices de mortalidade e morbilidade, bem como aumento dos custos em Saúde. Os objectivos principais do Estudo foram a mensuração da taxa de incidência de ILC e a identificação de variáveis de risco associadas. MÉTODOS: O Estudo foi prospectivo, tendo sido desenvolvido numa Instituição Hospitalar Privada Portuguesa, por um período de três meses em 2010. A amostra foi não probabilística, sequencial, com vigilância epidemiológica activa de todos os doentes cirúrgicos adultos, por um período de 1 mês após a cirurgia. Foram utilizados os critérios de ILC definidos pelo Centers for Disease Control and Prevention. A identificação de ILC foi multimodal, através de observação da ferida cirúrgica, notificação dos profissionais, conferência multidisciplinar, revisão sistematizada de registos, vigilância laboratorial e entrevista telefónica para avaliação do pós-operatório. Todos os casos foram validados pelo investigador e/ou pelo Cirurgião assistente. RESULTADOS: Foram avaliados 471 doentes (475 cirurgias), dos quais 16 desenvolveram ILC – 9 incisionais superficiais (IIS) e 7 incisionais profundas (IIP) – correspondendo a uma Taxa de Incidência de 3,4%. Foram identificadas como variáveis associadas a ILC: “Duração da Cirurgia > Percentil 75 Global” (p=0,002; RR=4,78; IC95% 1,74–13,12), “Soluto de Desinfecção Cirúrgica da Pele – Propanol-benzalcónio” (p=0,017; RR=7,83; IC95% 1,03–59,50), “Dreno ou Loca pós-cirúrgicos” (p=0,005; RR=6,02; IC95% 1,75-20,69), “Índice de Complexidade Cirúrgica ≥ Mediana” (p=0,012; RR=3,48; IC95% 1,34-9,06), “Dias de Internamento Primário ≥ Mediana” (p=0,001; RR=4,93; IC95%=1,84-13,19), “Reintervenção” (p=0,009; RR=7,60; IC95% 2,49-23,69), “Avaliação da Satisfação do Doente ≤ 4” (p=0,013; OR=4,24; IC95% 1,37-13,11). CONCLUSÃO: Foram identificadas variáveis de risco relevantes para ILC, que devem ser valorizadas no contexto para o qual a Investigação foi desenhada. São necessários estudos específicos com modelos de regressão, direccionados para inferir relações de causalidade entre factores de risco e predição de ILC noutras populações.
INTRODUCTION: Surgical Site Infection (SSI) is a global event, which is responsible for increased health costs, and high mortality and mobility among patients. The main objectives of this Study are the assessment of SSI incidence rate and the identification of associated risk variables. METHODS: The Study was developed prospectively, in a Portuguese Private Hospital Facility, during 3 months, in 2010. Using a non probabilistic and sequential sample, SSI active surveillance was performed on all adult surgical patients, for a 1-month follow-up period. The criteria used to define SSI were based on Centers for Disease Control and Prevention definition. The methods for SSI identification were multimodal, including surgical wound observation, spontaneous notification of healthcare team, multidisciplinary discussion of cases, and systematic review of clinical notes, laboratory-based identification, and telephonic interview for post-operative status assessment. All cases were validated by the researcher and/or the assistant Surgeon. RESULTS: 471 patients (475 surgeries) were analyzed, whom 16 developed SSI – 9 superficial incisional and 7 deep incisional SSI were reported – which made up an Incidence Rate of 3,4%. As SSI associated variables, there were found: “Surgery Duration > Global 75th Percentile” (p=0,002; RR=4,78; IC95% 1,74–13,12), “Surgical Skin Preparation with Benzalkonium” (p=0,017; RR=7,83; IC95% 1,03–59,50), “Open Wound or Surgical Drain Use” (p=0,005; RR=6,02; IC95% 1,75-20,69) “Surgical Complexity Score ≥ Median” (p=0,012; RR=3,48; IC95% 1,34-9,06), “Days of Primary Hospital Stay ≥ Median” (p=0,001; RR=4,93; IC95%=1,84-13,19), “Further Surgery” (p=0,009; RR=7,60; IC95% 2,49-23,69), “Patient Satisfaction Rate ≤ 4” (p=0,013; OR=4,24; IC95% 1,37-13,11). CONCLUSION: They were identified some SSI associated variables, which should be considered according to the Investigation background and purpose. Specific studies using regression models are need to infer the predition of SSI, and causability among its risk factors, in different populations.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8891
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - A Vigilancia Epidemiológica da Infecção do Loc.pdf3,48 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.