Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8620
Título: Estudo dos índices plaquetários na avaliação da etiologia da trombocitopenia em doentes com infecção VIH/SIDA
Autor: Barros, Clara Alexandre Fernandes Dias de
Orientador: Pintado, Manuela
Silva, Alice Santos
Palavras-chave: Trombocitopenia
Indices plaquetários
Infecção VIH/SIDA
Thrombocytopenia
Platelet indices
Infection VIH/SIDA
Data de Defesa: Jun-2009
Resumo: A trombocitopenia observada em indivíduos infectados por VIH é geralmente multifactorial, dependendo particularmente de três factores - aumento da destruição periférica de plaquetas, aumento da sequestração esplénica e alteração na produção de plaquetas - ou da combinação destes. Se por um lado, os medicamentos usados no tratamento da infecção por VIH têm efeitos mielotóxicos e podem contribuir para as alterações hematológicas, por outro lado, algumas opções terapêuticas para o tratamento da trombocitopenia podem aumentar a replicação vírica do VIH e comprometer o sistema imune, aumentando o risco de infecções oportunistas. Na avaliação da trombocitopenia é necessário conhecer o mecanismo que predomina, o de hipoprodução ou de hiperdestruição de plaquetas, para tomar as melhores decisões terapêuticas. Os índices plaquetários fornecem importantes informações clínicas sobre as causas subjacentes à trombocitopenia e podem ser utilizados como ferramentas para distinguir a etiologia da trombocitopenia. O objectivo deste estudo foi avaliar o valor dos índices plaquetários na infecção por VIH para diagnóstico e esclarecimeno do mecanismo subjacente à trombocitopenia. Os índices plaquetários de indivíduos trombocitopénicos com infecção VIH foram comparados com os índices plaquetários de indivíduos com trombocitopenia por diminuição da produção de plaquetas e por destruição de plaquetas. Verificámos que todos os índices plaquetários em indivíduos trombocitopénicos com infecção VIH eram significativamente mais elevados que os dos indivíduos trombocitopénicos por diminuição da produção de plaquetas e significativamente mais baixos que os dos indivíduos trombocitopénicos por destruição acelerada de plaquetas. Contudo, os doentes VIH trombocitopénicos com linfócitos CD4 inferiores a 200/mm3 apresentaram um perfil de índices plaquetários compatível com destruição de plaquetas, embora não tivesse sido demonstrada uma relação entre os índices plaquetários e o estado imunológico. Não foi encontrada nenhuma diferença estatística dos índices plaquetários entre os indivíduos com infecção VIH não trombocitopénicos e os indivíduos não trombocitopénicos sem infecção por VIH. Os dados sugerem que os índices plaquetários não são de grande utilidade para o esclarecimento da etiologia da trombocitopenia no contexo da infecção VIH, provavelmente porque a trombocitopenia pode resultar da combinação dos vários factores referidos como potenciais causas de trombocitopenia nestes doentes. Verificou-se, ainda, que a infecção VIH, por si só, não induz alteração nos índices plaquetários.
Thrombocytopenia in HIV infected individuals is generally multifactorial dependent on three main factors such as increased peripheral platelet destruction, enhanced platelet splenic sequestration, and impaired platelet production, or a combination of all of these. If on the one hand, the medications used to treat HIV infection have potential myelotoxic side effects and may contribute to hematological abnormalities, on the other hand, some medications used to treat thrombocytopenia can directly up-regulate HIV-1 replication and may further compromise the immune system, increasing the risk of opportunistic infections. In evaluating the mechanism of thrombocytopenia it is necessary to know which is more dominant, hypo-productive thrombocytopenia or hyper-destructive thrombocytopenia to take appropriated therapeutic options. Platelet indices provide a lot of clinical information about the underlying conditions of thrombocytopenia and they can be used like important tools to distinguish the etiology of the thrombocytopenia. The aim of this study was to investigate the significance of these platelet indices in diagnosis and underlyng of thrombocytopenia related HIV-1 infection. The platelet indices of thrombocytopenic patients with HIV-1 infection were compared with the platelet indices of individuals with hypo-productive thrombocytopenia and hyper-destructive thrombocytopenia. We found that all platelet indices were significantly higher in thrombocytopenic patients with HIV-1 infection than in patients with hypo-productive thrombocytopenia and the all platelet indices were significantly lower than in patients with hyper-destructive thrombocytopenia. However, the thrombocytopenic patients with HIV-1 infection with CD4 lymphocytes less than 200/mm3 presented a profile of platelet indices compatible with peripheral platelet destruction, although they had not demonstrated a relationship between the platelet indices and stage of immunologic status. No differences were found in platelet indices between no thrombicytopenic patients with HIV-1 infection and healthy controls. Our data suggest that the platelet indices are not very useful to discriminate the etiology of thrombocytopenia in the HIV infection, probably because the thrombocytopenia may result from the combination of several factors such as potential causes of thrombocytopenia in these patients.. The HIV infection does not by it self induce changes in platelet indices.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8620
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(P) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.