Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8594
Título: “O stress ocupacional e Burnout nos professores do Ensino Superior”
Autor: Oliveira, Sílvia Maria Rodrigues de
Orientador: Costa, Eleonora
Gomes, António Rui da Silva
Data de Defesa: 2011
Resumo: A presente dissertação aborda a problemática do stress e burnout, numa amostra de 333 professores do ensino superior, apresentando, para o efeito, uma revisão da literatura, de forma a constituir uma reflexão crítica sobre os temas, tendo-se concluído, da mesma, que os professores pertencem a uma profissão de risco e que a investigação tem prestado pouca importância a estes fenómenos nos professores universitários. No caso português, por exemplo, não foram encontrados quaisquer estudos que abordem estas temáticas, nestes profissionais, o que torna a nossa investigação pioneira em Portugal. Os objectivos traçados para o estudo foram: i) identificar os níveis, fontes e factores geradores de stress ocupacional na profissão de docente universitário; ii) identificar os índices de burnout relacionados com o trabalho de docente universitário; iii) verificar as diferenças significativas em função das características pessoais e profissionais; iv) analisar as diferenças entre as variáveis de stress ocupacional, burnout em função dos processos de avaliação cognitiva primária e secundária; v) observar a existência de associação entre as medidas de avaliação primária e as medidas de avaliação secundária; vi) analisar os preditores de burnout em função da avaliação cognitiva e dos níveis de stress. Aplicou-se como instrumentos de análise um questionário demográfico, que nos permitiu descrever os participantes do ponto de vista pessoal e profissional; a escala de avaliação cognitiva, que procurou avaliar, por um lado, a importância e significado pessoal atribuídos à profissão e por outro lado, os recursos que os profissionais julgam possuir para lidar e resolver as situações stressantes; um questionário de stress, que reflectiu os principais domínios de tensão destes profissionais; e o inventário de burnout, que avaliou os níveis evidenciados pelos professores universitários. Como quadro teórico foram seleccionados os modelos que melhor se adequariam aos objectivos traçados, figurando neste sentido o modelo de transacional de Lazarus; o modelo de stress ocupacional de Cooper; e o modelo multidimensional de Maslach. Os resultados obtidos alertaram para elevados níveis de stress ocupacional encontrados maioritariamente nas professoras universitárias, sendo a razão deste mal-estar o excesso de trabalho, a pressão para publicar em revistas/editoras de reconhecimento internacional e a conciliação entre o trabalho e a vida pessoal e familiar. Existindo, também, alguma evidencia na exaustão emocional e na despersonalização, apesar de não se ter encontrado nenhum caso de burnout pleno.
This dissertation addresses the problem of stress and burnout in a sample of 333 teachers in higher education, giving, for this purpose, a literature review, to form a critical reflection on the issues, it was concluded that teachers belong a profession of risk and research has paid little attention to these phenomena in academics. In the Portuguese case, for example, we did not find any studies that address these issues in these professionals, which makes our research pioneering in Portugal. The objectives set for the study were: i) identify the levels, sources and factors leading to occupational stress in university teaching profession, ii) identify the contents of burnout related to the work of a faculty member, iii) determine the significant differences in function of personal and professional characteristics, iv) analyze the differences between the variables of occupational stress, burnout according to the processes of primary and secondary cognitive appraisal; v) note the existence of association between measures of primary appraisal and secondary outcome measures; vi) analyze the predictors of burnout in assessing cognitive function and stress levels. The evaluation protocol included a demographic questionnaire, which allowed us to describe the participants in terms of personal and professional, features the processes of cognitive assessment, which sought to assess on the one hand, the importance and personal meaning attributed to the profession and on the other hand, the resources that the professionals think they posses to address and resolve stressful situations, the stress questionnaire , which reflected the main areas of stress in teachers, and a inventory burnout, which evaluated the levels shown by the teachers. As a theoretical framework were selected models that best fit the goals set, appearing in this sense the Transactional Model Lazarus, the Occupational Stress Model of Cooper, and the Multidimensional Model of Maslach. The results prompted for high levels of occupational stress found mostly in university professors, and the reason for this malaise overwork, the pressure to publish in journals / publishers of international recognition and reconciliation between work and personal. There is, also evident in the emotional exhaustion and depersonalization, although we have not found any case of full burnout.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8594
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese pdf Silvia.pdf446,41 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.