Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8529
Título: Identification of genes differentially expressed in P. pinea and P. pinaster after infection with the pine wood nematode (PWD) using the SSH technique
Autor: Santos, Carla Sofia Sancho dos
Orientador: Vasconcelos, Marta Wilton de
Data de Defesa: 27-Abr-2012
Resumo: O objectivo deste estudo consistiu na comparação da resposta à infecção com o nemátode da madeira do pinheiro (NMP) Bursaphelenchus xylophilus entre Pinus pinaster e Pinus pinea no estádio inicial da doença, três horas após inoculação. O NMP é o agente causal da doença da madeira do pinheiro, tem em Portugal como hospedeiro principal o pinheiro bravo, P. pinaster, e tem como vector Monochamus galloprovincialis. Curiosamente, esta doença parece não afectar a espécie P. pinea e vários factores podem estar na origem desta diferença de susceptibilidade. Nas primeiras horas após uma infecção por patogénios, a árvore desenvolve uma resposta hipersensitiva, que consiste na produção de proteínas de resistência, entre outros compostos cruciais de defesa. Actualmente, não há estudos que descrevam os efeitos da infecção do nemátode nas plantas a um estádio inicial da doença. No que diz respeito aos efeitos fisiológicos e metabólicos nas plantas, verificou-se uma diminuição de 10,9% no teor de água em P. pinaster (por comparação com árvores inoculadas com água) e 6,7% em P. pinea; relativamente à concentração de clorofilas, uma diminuição para cerca de metade do valor controlo foi registado para ambas as espécies, mas mais pronunciadamente em P. pinaster. Um estudo exploratório com GC também foi efectuado, que demonstrou que os compostos voláteis produzidos permitem uma clara diferenciação entre espécies, mas não entre inoculação controlo vs. nemátode. No que diz respeito aos efeitos da doença ao nível da transcrição de genes, utilizou-se a técnica de SSH para identificar ESTs em P. pinaster e P. pinea inoculados com NMP. Os ESTs foram isolados, clonados, sequenciados e identificados usando BlastN e BlastX, e indicam claramente que no estádio inicial da doença existe a activação de uma resposta de defesa ao nível molecular relacionada principalmente com o stress oxidativo, produção de lenhina e de etileno e regulação pós-transcripcional dos ácidos nucleicos. Finalmente, 58% das sequências isoladas não estão ainda descritas, o que mostra a falta de informação genómica actual existente para o pinheiro.
The purpose of this study was to compare the response to infection with the pine wood nematode (PWN) Bursaphelenchus xylophilus between Pinus pinaster and Pinus pinea at an initial stage of the disease, three hours after inoculation. The PWN is the causal agent of pine wilt disease, in Portugal its main host is the maritime pine, P. pinaster, and its vector is Monochamus galloprovincialis. Interestingly, this disease does not seem to affect the species P. pinea and several factors could be behind this difference in susceptibility. At the first hours following infection by pathogens, the tree develops a hypersensitive response, which includes the production of resistance proteins, among other compounds crucial to the defence mechanism. Currently there are no studies that describe the effects of nematode infection in plants at an early stage of the disease. With regards to the physiological and metabolic indicators of the disease response in the plants, there was a decrease of 10.9% of water content in P. pinaster (compared with trees inoculated with water) and 6.7% in P. pinea; in the study of total chlorophyll concentration, a decrease to about half of the control value was recorded for both species, but more pronounced in P. pinaster. An exploratory study was also made with GC, which showed that the volatile compounds produced were distinctive between species, but not between control vs. nematode-inoculated plants. With regards to the effects of the disease at a transcriptional level, the SSH technique was utilized to identify ESTs in P. pinaster and P. pinea when inoculated with NMP. ESTs were isolated, cloned, sequenced and identified using BlastN and BlastX, and clearly indicated that at an initial stage of the disease there is activation of a defence response at a molecular level, mainly related to oxidative stress, production of lignin and ethylene and posttranscriptional regulation of nucleic acids. 58% of the isolated sequences are not yet described, which shows the lack of genomic information currently available for pine.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8529
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ESB - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Carla Santos.pdf45,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.