Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8374
Título: Indicadores de capacidade de cuidar, em famílias de doentes oncológicos paliativos
Autor: Reigada, Carla Manuela Trinchete
Orientador: Ribeiro, Eugénia
Novellas, Anna
Palavras-chave: Capacidade
Cuidar
Família
Cuidados Paliativos
Capacity
Care
Family
Palliative Care
Data de Defesa: Jun-2010
Resumo: O objectivo do presente trabalho foi avaliar os factores que influenciam a capacidade da família para cuidar de um doente oncológico, em Cuidados Paliativos. Tratou-se de um estudo transversal, qualitativo, observacional, assente na Grouded Theory, recorrendo à técnica de Focus Group (FG), realizado entre 01/2009 a 08/2009. Recrutaram-se para os 2 FG, familiares de pessoas que possuíam doença oncológica, incurável, progressiva, que eram acompanhados pelo Serviço de Cuidados Paliativos do Instituto Português de Oncologia do Porto (IPO Porto). Todos os elementos familiares estavam directa ou indirectamente, implicados nos cuidados ao doente oncológico paliativo. Da análise dos encontros (FG), foram identificadas 4 eixos que comportam factores (categorias) condicionantes à capacidade para cuidar: Eixo da Pratica (Internamento, ajudas técnicas, recursos sociais/saúde, cuidados paliativos, apoio psicológico, deslocação, despesas no domicilio); Eixo Relacional (vínculos, perda, privacidade, intimidade, apoio ao cuidador, partilha); Eixo da Experiência Interna (sentimentos, estratégias de coping, afecto, sofrimento, morte, apoio psicológico); Eixo do Estado de Saúde (recuperação, sintomas, Informação sobre a doença, vulnerabilidade do cuidador). A lista/grelha de indicadores identificados pode ser útil na avaliação holística da família permitindo detectar precocemente características que ponham em risco a sua capacidade de cuidar, condicionando a continuidade dos cuidados e/ou uma possível alta.
The goal of this report is to assess the factors that can influence the capacity of a family to take care of an oncologic patient in Palliative Care. It is a broad, qualitative and observational study, backed by the Grounded Theory and using the Focus Group (FG) techniques and it took place between January and August 2009. For this investigation we brought together relatives of patients of the Portuguese Institute of Oncology of Oporto (IPO Porto) that were affected by an incurable and progressive oncologic illness. All elements were directly or indirectly connected to the caring of the palliative oncologic patient. By analyzing the FG meetings we can identify four axis that carry factors (categories) that may condition the capacity to take care: The Practical Axis (Internment, technical aid, social/health resources, palliative care, psychological support, relocation, house expenses) The Relational Axis (bonds, loss, privacy, intimacy, support to the caregiver, sharing) The Internal Experience Axis (feelings, coping strategies, affection, suffering, death, psychological support) The Health Condition Axis (recovering, symptoms, information about the illness, vulnerability of the caregiver). A list of the identified indicators is of help in the holistic evaluation of the family by enabling an early detection of traits that may be a risk to their caring capacity, conditioning the continuity of the palliative care and/or a possible discharge.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8374
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(P) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Carla Reigada.pdf694,8 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexos Mestrado .pdf1,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.