Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/8193
Título: Actividades de enriquecimento curricular : no agrupamento de escolas : estudo de caso
Autor: Matos, Luís Maria Freitas
Orientador: Fernandes, António Sousa
Data de Defesa: 2011
Resumo: Este estudo insere-se na problemática geral da ocupação dos tempos não escolares dos alunos e visa compreender, globalmente, como estão a ser organizadas as Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC) no 1º ciclo. A medida da política educativa Escola a Tempo Inteiro, lançada no ano de 2005, introduziu alterações significativas nos modos de funcionamento das escolas e nos processos de organização do trabalho dos professores. No âmbito dessa medida, o estudo de que aqui dou conta foca-se nas AEC enunciadas no texto oficial que as institui como uma proposta de “…apoio às famílias na educação pré-escolar e de enriquecimento curricular no 1.º ciclo do ensino básico…” contribuindo “…para o desenvolvimento das crianças e consequentemente para o seu sucesso escolar futuro…” (Despacho n.º 12 591/2006, preâmbulo). Essa intenção de suprir as necessidades das famílias é de proporcionar a ocupação dos tempos livres dos jovens embora estando já prevista na Lei de Bases do Sistema Educativo (LBSE Lei n.º 46/86) é, no entanto, materializada por estruturas sociais localizadas, os ATL (Actividades de Tempos Livres) que se foram instituindo numa lógica organizacional não regulada pelo Estado. Só muito recentemente, a partir de 2005, esta componente de apoio à família, no caso do 1.º ciclo de ensino, contexto em que se situa a minha investigação, passou a ser da responsabilidade do Ministério da Educação com a implementação das referidas AEC. O sentido de enriquecimento do currículo que lhe está subjacente e a ideia de que são actividades a serem desenvolvidas numa lógica de educação não formal constituem os principais motivos para a realização deste estudo. Interessou-me, pois, compreender os sentidos que as AEC estão a assumir na formação global dos alunos que frequentam uma escola do 1.º ciclo do ensino básico do concelho de Guimarães. Ao mesmo tempo pretendi também conhecer as percepções que os profissionais que desenvolvem essas actividades têm sobre o seu papel, bem como perceber qual a opinião dos encarregados de educação sobre esta matéria da política educativa. Medida que, como foi possível aferir no contexto empírico estudado não foi, a meu ver, até agora alcançada completamente, pois apesar do empenho e esforço dos/as profissionais de educação envolvidos/as, as AEC desenvolvidas parecem não ter tido o efeito desejado de se constituírem em momentos de real contributo para a formação global dos jovens.
This research is inscribed in a general issue which is the occupation of non-class periods of time in Portuguese primary schools timetables and tries to understand how the curriculum complementary activities (Actividades de Enriquecimento Curricular) are being organized at primary schools. Full-time School was a measure of educational politics launched in 2005, which introduced significant changes in the way primary schools were organized as well as in the way the work of teachers was planned. This research project intends to focus on these curriculum complementary activities as they are presented in the law: “(…) a way to help families in pre-school education and a way to create value-added curriculum complementary activities in primary schools (…)” targeted to “(…) develop children’s growth and contribute to future academic success(…)” (Despacho n.º 12 591/2006, preâmbulo). This idea of complementing the role and needs of the family by occupying the free time of children, although meant in the Educational System Law 1986 (Lei de Bases do SistemaEducativo - Lei n.º 46/86), was only implemented by local social structures - namely by the Free Time Activities (Actividades de Tempos Livres) - social organisations that appeared aside the Education Office. Only in 2005 did the Education Office take the responsibility of backing up the families by organizing the curriculum complementary activities. This research project was based on two premises: the notion of value-added curriculum complementary activities and the notion of non-formal education, and had three objectives: first, to observe and understand the role of these curriculum complementary activities in the global education of primary school students from Guimarães; second, to observe and understand the perceptions of the teachers responsible for these activities, and third, to know parents’ opinions. As a conclusion I can say that, according to the data collected in the field, the objectives of this political measure were not entirely fulfilled because, in spite of the teachers’ commitment, these curriculum complementary activities seem not to have been effective in terms of children’s education as a whole.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/8193
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FCS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.