Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/7512
Título: Crianças autistas : envolvimento parental numa escola inclusiva
Autor: Pena, Ana Isabel Ferreira Guedes
Orientador: Erminda, Filomena Ponte
Palavras-chave: Autismo
Envolvimento Parental
Escola
Data de Defesa: 12-Out-2011
Resumo: O Autismo (também conhecido como síndrome de Kanner ou autismo infantil) é um distúrbio do desenvolvimento humano que vem sendo estudado pela ciência há seis décadas, mas sobre o qual ainda permanecem, dentro do próprio âmbito da ciência, divergências e grandes questões por responder. Do Grego ―autos‖ que significa ―o próprio‖, acrescido do sufixo ―ismo‖ que remete para uma ideia de orientação ou estado, o substantivo autismo indica, ―latu sensu‖, uma condição ou estado de alguém que apresenta tendência para o alheamento da realidade exterior, a par de uma atitude de permanente concentração em si próprio. O autismo é considerado, hoje, como Perturbação Global do Desenvolvimento ou Perturbação Persuasiva do Desenvolvimento, revelando-se, a nível social, através de disfunções envolvendo a relação comunicacional e a nível individual, através de insuficiências afectivas e do jogo imaginativo, para além da realização de um número de actividades restritas e repetitivas. Estas perturbações, com sérias implicações a nível individual, familiar e social, tornaram-se um objectivo importante a nível investigativo, através da formulação de teorias diversas que tentam explicá-lo. Todas elas contribuem, de uma forma ou de outra, para uma melhor compreensão desta perturbação. Constitui, assim, um processo permanente de procura e descoberta conduzindo a diversas explicações que possibilitam um avanço lento, mas de certa forma seguro, no sentido da procura dos diferentes factores que estão na base das perturbações do espectro do autismo (quer se tratem de causas ou de elementos a eles associados). Ao longo dos anos, a questão das relações entre pais e professores tem vindo a ser assunto de reflexão por parte de muitos estudiosos no âmbito da educação, o que suscita divergência de opiniões. Neste estudo concluímos que o Envolvimento Parental com as Escolas tem múltiplos benefícios. Esta colaboração é eficaz para a família, para o membro da família portador de autismo e também para os profissionais envolvidos no processo educativo.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/7512
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FCS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ana_Pena_tese_versão final_11-10-11.pdf1,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.