Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/7339
Título: A introdução de competências de gestão na formação médica: uma avaliação multidimensional das expectativas
Outros títulos: Management competences in medical education: a multidimensional evaluation of expectancies
Autor: Figueiredo, Teresa
Caldas, Alexandre Castro
Castela, Guilherme
Palavras-chave: tipologias
topologias
escalas óptimas
análise de correlação canónica não linear
management in health care
optimal scaling
nonlinear canonical correlation analysis
Data: 2008
Editora: UCEditora
Citação: FIGUEIREDO, Teresa; CALDAS, Alexandre Castro; CASTELA, Guilherme – A introdução de competências de gestão na formação médica: uma avaliação multidimensional das expectativas = Management competences in medical education: a multidimensional evaluation of expectancies. Cadernos de Saúde. Lisboa. ISSN 1647-0559. 1:1 (2008) 75-83
Resumo: A dinâmica organizacional que se tem manifestado nas últimas décadas tornou imperativo o domínio de competências de gestão, particularmente relevantes no sector da saúde. Terá sido esta realidade percepcionada e incluída no currículo médico? Existindo um impulso reformista na forma de encarar a gestão de unidades de saúde, por que razão a maioria das Faculdades de Medicina não integrou este domínio nas suas reformas curriculares? Não obstante, parece existir uma forte procura na aquisição destas competências complementares, apenas numa fase pós-graduada, fundamentalmente justificada por uma melhor qualificação na prática médica, na qual os médicos são chamados a decidir em cenários com recursos limitados e constrangimentos orçamentais. Pretendemos com este trabalho, investigar as motivações das Faculdades de Medicina em Portugal para a introdução de competências de gestão no currículo pré e pós-graduado médico. Centrando-nos nos alunos de medicina e na mudança operada no comportamento dos médicos, antes e após contacto com esta nova competência, aspirámos qualificar e entender as expectativas dos futuros licenciados em relação a este objectivo. Assim, o recurso à Análise de Correlações Canónicas Não Lineares permitiu, não só uma descrição multidimensional de topologias e/ou tipologias de indivíduos, como também analisou as relações entre as várias respostas, acomodadas em escalas óptimas, determinando, deste modo, similitudes/dissimilitudes entre as opiniões manifestadas, no decurso do processo de formação médica.
In the last decades, the organizational dynamics has shown the imperative need to rule the management competences mainly relevant in the health sector. Has this reality been perceived and included in the medical curriculum? Once there is a reformist impulse in the way how the health units are managed, why haven’t most of the Medicine Faculties integrated this domain in their curricular reforms? Hence, there seems to be a strong search for these additional competences, only in a post-graduate phase, above all justified by a better qualification in the medical praxis, in which the doctors are called to decide in scenarios with limited resources and budget constraints. With this work we wish to research the perceptions and eventual motivations of the students in the Medicine Faculties of Portugal to introduce management competences in their medical pre-graduate curriculum. Focusing on the medicine students and on the change occurred in the doctors’ behaviour, before and after contacting with this new competence, we aspired to qualify and understand the future graduates’ expectations in what regards this objective. Thus, the use of the Non Linear Canonical Correlation Analysis has allowed not only the multidimensional description of topologies and /or typologies of individuals, but it has also analysed the relations among the various answers, arranged in optimal scales, thus determining similarities / dissimilarities among the shown opinions along the medical training process. From the results it was concluded that there isn’t a majority group expressing a tendency clearly, but rather a distribution of the respondents in the various typologies in every sample, which indicates to the decision-makers a perspective of the curriculum flexible approach, in a different model from the one predominating in the present Medical Education institutions, that still don’t work with the concept of curricular attractors.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/7339
ISSN: 1647-0559
Aparece nas colecções:RCS - 2008 - Vol. 001 - Nº 01

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CS1 1(5).pdf1,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.