Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/7239
Título: Contraproposta a O Evangelho Segundo Jesus Cristo de José Saramago
Autor: Ferreira, Fernando Cardoso
Palavras-chave: Saramago, José
O Evangelho Segundo Jesus Cristo
Jesus Cristo
Revelação
Desconstrução
Reconstrução
Mal
Maldade
Plenitude
Sentido
Evangelho
Contraproposta
Data de Defesa: 2011
Editora: Faculdade de Filosofia de Braga
Resumo: Saramago, no papel de autor-narrador do seu romance O Evangelhos Segundo Jesus Cristo, procura convencer o leitor da veracidade do «seu evangelho», qual arauto de uma nova «doutrina», que reputa a mais adequada ao tempo actual, desconstruindo a pessoa de Deus Pai e a de seu Filho Jesus Cristo, tal como aparecem nos Evangelhos canónicos, para, em seu lugar, erigir um homem à medida humana, paradoxalmente por ele re-sacralizado e re-divinizado numa dimensão secularista, que descredibiliza as “perversas projecções”, por parte dos cristãos/católicos, de um Deus e de um Cristo irreais e de um Cristianismo/Catolicismo perverso, “negro”, na sua essência e acção na história e que é a raiz de todos os «males». Contudo, Saramago, no papel referido, não viu o reverso da medalha, nem para isso revela ter feito o menor esforço. Mas esse reverso existe e uma „Contraproposta‟, como a apresentada na Dissertação, alicerçada em autores consagrados, consegue dar-lhe lustro e credibilidade. Na verdade, se o Deus e o Jesus Cristo de Saramago são “entidades abstractas” e o Cristianismo/Catolicismo uma “perversão” já o mesmo não poderemos dizer do Deus e do Jesus Cristo dos Evangelhos canónicos e da Tradição autêntica. Evangelhos canónicos e Tradição autêntica que revelam, em Cristo, o verdadeiro Rosto de Deus e o ansiado Messias, fundamentando na fé, na razão e na vida a gradual aproximação do ser humano ao mistério do mal, do sofrimento e da morte e tornando o homem mais humano, ou verdadeiramente humano, porque, para além de consagrarem a sua dignidade „já-aqui‟, a projectam na incessante procura de sentido e nos fins últimos, na consecução da almejada «Plenitude», na posse do «Mistério do Ser».
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/7239
Aparece nas colecções:FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação-Filosofia-da-Religião.pdf934,3 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.