Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/4502
Título: Itinerários franciscanos na Índia seiscentista, e algumas questões de história e de método
Autor: Xavier, Ângela Barreto
Palavras-chave: Franciscanos
Índia
Data: 2006
Editora: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa
Citação: XAVIER, Ângela Barreto – Itinerários franciscanos na Índia seiscentista, e algumas questões de história e de método. Lusitania Sacra. Lisboa. ISSN 0076-1508. 2ª S. 18 (2006) 87-116
Resumo: A literatura sobre o papel das ordens religiosas na experiência imperial portuguesa incide, sobretudo, sobre a presença dos Jesuítas. A meu ver, esta hegemonia inaciana deve-se, em boa medida, às rotinas do “métier de l’historien”, demasiado dependente das fontes escritas, privilegiando, por conseguinte, os agentes e os processos que deixaram vestígios escritos. Um dos efeitos destas práticas do historiador é a construção de uma paisagem histórica que, a muitos níveis, é distorcida, e onde – por exemplo –, a experiência de outras ordens religiosas se torna praticamente invisível. Neste artigo, apresento alguns exemplos franciscanos com o intuito de defender a necessidade de alternativas metodológicas que nos permitam oferecer, no futuro, uma visão mais rica sobre a presença de outros agentes religiosos na construção do império português, mas também das cristandades indianas.
The literature about the role of religious orders in the Portuguese imperial experience at India is mainly about the Jesuit agency. This fact is mainly due, in my view, to some of the routines of the metier de l’historien, too dependent on written sources, and therefore, privileging the agents and processes that left written traces. In the concrete case of the Portuguese imperial experience, one of the effects of these research practices is the construction of a historical landscape that is distorted in many ways, and where – for example –, the experience of other religious orders becomes invisible. In this article, I discuss some Franciscan examples in order to argue for the need of methodological alternatives (albeit if impressionistic) that will allow, in the long term, a richer view of these historical processes and recover the presence of other religious agents in the construction of the Portuguese empire and of the Indian Christianity.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/4502
ISSN: 0076-1508
Aparece nas colecções:RLS - Tomo 018 (2006)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LS_S2_18_AngelaBXavier.pdf221,82 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.