Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/3776
Título: Amicitia nostra vera ac sempiterna erit: As fontes da amizade espiritual em Agostinho de Hipona
Autor: Martins, Maria Manuela Brito
Palavras-chave: Agostinho, Santo
Ambrósio, S.
Amizade, Benevolência
Caridade, Cícero
Epistolografia,
Espiritualidade
Filosofia, Jerónimo, S.
Justiça, Mal, Morte
Sabedoria, Verdade, Virtude
Data: 2008
Editora: Universidade Católica Portuguesa
Citação: MARTINS, Maria Manuela Brito - Amicitia nostra vera ac sempiterna erit: As fontes da amizade espiritual em Agostinho de Hipona. In Revista Portuguesa de Filosofia. ISSN 0870-5283 Vol. 64 (2008) 209-240
Resumo: O presente artigo constitui um estudo do conceito de amizade em Santo Agostinho, em particular tal como ele se apresenta nas Confissões e nas Epístolas, tendo especialmente em conta a influência que a noção de filiva ou de amicitia produziram no seu pensamento. Mostra-se também que o modelo teórico ciceroniano é uma das principais fontes de Agostinho, mas não a única. Nesse sentido, a definição que Cícero dá da amizade transforma-se em motivo para uma verificação da medida em que Agostinho está em sintonia com o autor Latino ou em que medida eles se diferenciam. Daí a atenção dada ao conceito de benivolentia, conceito esse que no pensamento de Agostinho tem uma conotação próxima do conceito de caritas e do afecto, coisa que não acontece nem em Aristóteles nem em Cícero. Por outro lado, mostra-se também que Agostinho mantém praticamente desde a sua conversão a mesma concepção de amizade, pois que, quer no Contra Academicos, quer na Epístola 258, se encontra presente a mesma doutrina sobre a amizade, à qual está subjacente uma espiritualidade monástica e fraternal, que resulta da consolidação de elementos tanto filosóficos como bíblicos. Por último, o artigo sublinha ainda até que ponto para Agostinho a amizade verdadeira entre amigos deverá manter um acordo entre as coisas humanas e divinas, acordo esse que consiste numa articulação, em consonância com a tradição bíblica, das rerum humanarum et divinarum cum benivolentia et caritate consensio.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/3776
Aparece nas colecções:FT(NP) - Artigos em revistas nacionais com Arbitragem / Papers in national journals with Peer-review

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
11_Martins.pdf699,09 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.