Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/3623
Título: Análise de factores de motivação extrínsecos e intrínsecos na escolha do curso de medicina
Autor: Araújo, Pedro Melvill de
Orientador: Rosa, F. Coelho
Data de Defesa: 2009
Resumo: A escolha do curso de Medicina pode ter condicionantes de vária índole, com os diversos factores de motivação – intrínsecos e extrínsecos – a terem importância fundamental no resultado final das preferências dos estudantes quando confrontados com as diversas hipóteses de vida profissional futura. A utilização de instrumentos de avaliação das motivações, poderá trazer uma melhoria de desempenhos, primeiro enquanto estudantes – estudantes motivados melhoram a sua própria capacidade de aprendizagem e a dos grupos em que estão inseridos – e depois ao longo da carreira profissional. Objectivo – No presente trabalho procurámos avaliar factores de motivação extrínsecos e intrínsecos que tenham força determinante na escolha de um curso de Medicina. Pretendemos analisar as diversas motivações que podem levar um estudante no final do ensino secundário a optar por um curso com uma carga de esforço e de estudo reconhecidamente alta, e identificar quais os factores mais importantes, extrínsecos ou intrínsecos, para eventualmente podermos propor, que uma avaliação nesse sentido efectuada a eventuais candidatos a Médicos, seja uma prática corrente na escolha do curso de Medicina. Método – Um inquérito foi aplicado a alunos dos 1º e 2º anos do Curso Básico de Medicina da Universidade da Madeira (N=47), e a um grupo de alunos do Mestrado em Educação Médica da Universidade Católica Portuguesa/Instituto de Ciências da Saúde (N=21), analisando as propriedades psicométricas (Nieuwhof MGH, Thj ten Cate O, Oosterveld P, Soethout BM – 2004) de um inquérito sobre a Força da Motivação. Aos alunos do Curso da Universidade da Madeira foi adicionado um inquérito sobre Inteligência Emocional Global, adaptado à população portuguesa (Martineaud S., Engelhart D. - 1996, Fernandes A.A. - 2005). Utilizámos um método de análise de conteúdo e agregação, o que permite uma generalização em amostras pequenas (Quivy R., Van Campenhoudt L. - 1995, Bardin L. - 1977). Resultados e Discussão – Obtivemos resultados, através de técnicas de análise de conteúdo, nas respostas às 16 questões propostas no inquérito, com uma colecção de discursos individuais, a partir dos quais construímos um único discurso, tendo em vista um relatório final e uma análise de resultados (Quivy R., Van Campenhoudt L. - 1995, Bardin L. - 1977, Ghiglione R., Matalon B. - 2001). Considerámos as questões 1, 3, 5, 6, 9, 10, 11 e 12, como favorecedoras dos factores intrínsecos e as restantes como favorecedoras de factores extrínsecos de motivação. Em relação a todos os parâmetros, existe uma mescla de possibilidades de análise de conteúdo e uma evidente interligação entre os vários factores que conduzem ao resultado final da satisfação pessoal. Nos diversos grupos (1º e 2º anos, raparigas e rapazes), as respostas obtidas estão dentro dos padrões expectáveis para pessoas altamente motivadas para o curso de Medicina a que se candidataram, o mesmo acontecendo com a maioria dos médicos que responderam ao inquérito proposto. As maiores discrepâncias estão relacionadas com as perspectivas de alterações drásticas nas esferas dos enquadramentos social e familiar, como é evidenciado nas questões que a esta área se referem, nomeadamente as questões 12 e 14, onde há grande percentagem de estudantes referindo que deixariam de estudar Medicina fossem causa de importante distúrbio financeiro, pessoal e familiar. Conclusões – O questionário utilizado mostrou ser um instrumento válido na medição dos graus de importância que os vários factores de motivação podem ter na escolha do Curso de Medicina. Em Portugal não há procedimentos específicos para a admissão de alunos às Faculdades de Medicina, bastando para a entrada nas mesmas uma média elevada de ingresso após os exames nacionais do 12º ano. Existem franjas de desmotivação que, bem direccionadas, podem dar lugar a estudantes mais motivados para o estudo e consequente carreira clínica, conduzindo a uma maior qualidade dos serviços prestados aos seus doentes. Assim sendo, admitimos que o questionário proposto pode vir a ser utilizado como mais um item de avaliação e selecção em fase de concurso de ingresso numa Universidade, após a conclusão do ensino secundário.
The choice of taking a degree in Medicine has various constraints. Along with the several motivation issues, intrinsic and extrinsic, that have a huge importance to have into account in the final result of students’ preferences when confronted with the several hypotheses in their future professional lives. The use of the instruments to evaluate motivation can bring a greater improvement in the global issues that concern Medicine: students that when motivated improve their capacity to learn and to the groups there they belong to, and then along their professional career. Purpose – in the present work we sought to evaluate motivation factors, extrinsic and intrinsic, that were more determinants when a student as to make is choice of a Medical Course. Therefore, it is our purpose to identify wich are the most important factors and their strengh, in order to propose tha such evaluation should be made when a student is candidate do a Medical Course. Method – An inquiry was applied to students from the first and second years of the Basic Medicine Course from Madeira University (N=47), and also to a group of students from the Master at Medicine Education from the Catholic University / Institute of Health Sciences (N=21), analysing the psychometric properties (Nieuwhof MGH, Thj ten Cate O, Oosterveld P, Soethout BM – 2004) in an inquiry about the motivation force. An inquiry about Global Emotional Intelligence, adapted to the Portuguese population, was applied to the students from the Madeira University Course (Martineaud S., Engelhart D. - 1996, Fernandes A.A. - 2005). We used a method of content analysis and aggregation, witch allows to generalize small samples (Quivy R., Van Campenhoudt L. - 1995, Bardin L. - 1977). Results and Discussion – Trough the techniques of content analysis we obtained results in the sixteen answers proposed in the inquiry and we obtained a collection of individual discourses from which we have built a unique discourse having in mind a final report and a result analysis (Quivy R., Van Campenhoudt L. - 1995, Bardin L. - 1977, Ghiglione R., Matalon B. - 2001). We considered questions 1, 3, 5, 6, 9, 11 and 12 as intrinsic factors and all the others as extrinsic factors of motivation. Concerning all parameters thre is a wide possibility of content analisys and an obvious link between the several factors yhat lead to final result of self satisfaction. Within the several groups (1st and 2nd years, boys, girls), the answers are within expecable paterns for people higly motivated for the course that they applieded to, as well with the majority of the doctors that have ansered to the inquiry. Major differencies are related with perspectives of dramatic changes within social and familiar spheres, as showned on the questions 12 and 14, with great part of the studants stating that they would leave studing Medicine if because of them, a huge disturbence in financial, personal and familiar took place. Conclusions – The inquiry that was used proved to be a useful means of measurement of the degrees within motivation factors that can influence the choice of the Medicine Course. In Portugal there are no specific procedures to the admission of students into the Medicine Courses. All that is needed to enter is a high media after the exams of the 12th school year. There are motivation issues which could be well directed and give students the opportunity to show a greater motivation for the study and therefore in their professional career, leading to a higher quality in the services held to their patients. The use of the instruments to evaluate motivation can be used as an extra tool of evaluation and selection when it matters to apply to a University, after high school studys. Finally the proposed inquiry can be used as another evaluation and selection item in the final phase of the applying form to University, after the conclusion of the 12th form.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/3623
Aparece nas colecções:ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.