Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/22863
Título: Acolhimento familiar : conhecimentos e perceções
Autor: Moreira, Marina Juliana Soares
Orientador: Negrão, Mariana
Veríssimo, Lurdes
Palavras-chave: Famílias de Acolhimento
Perceções
Proteção
Crianças
Foster Families
Perceptions
Protection
Children
Data de Defesa: 10-Jul-2017
Resumo: Em setembro de 2015, a Lei de Proteção de Crianças e Jovens em Perigo, passou a privilegiar o acolhimento familiar em detrimento do acolhimento residencial, especialmente em crianças até aos 6 anos de idade, retiradas à guarda parental. Esta mudança legislativa impulsionou o presente estudo que teve como objetivo compreender os conhecimentos e as perceções da população sobre a medida de acolhimento familiar. Através do Questionário sobre Perceções acerca do Acolhimento Familiar foram avaliados os conhecimentos e a perceções de 270 participantes, com idades compreendidas entre os 19 e os 65 anos. Os principais resultados revelam baixos conhecimentos dos participantes acerca da realidade do acolhimento e uma predominância de perceções de efeitos positivos em relação aos riscos associados ao acolhimento familiar. São identificadas motivações que beneficiam, primeiramente, a criança e as barreiras ao acolhimento estão relacionadas com motivos profissionais. Os participantes mostram-se disponíveis para acolher uma criança.
In September 2015, the Portuguese Law on the Protection of Children and Young People in Danger, assumed a preference of foster family care over residential care, especially in children up to the age of 6, removed from parental custody. This legislative change inspired the present study, whose objective was to understand the knowledge and perceptions of the general public about family foster care. Family Foster Care Perceptions Questionnaire was administered to 270 participants, aged between 19 and 65 years old. The main results show little knowledge of the participants about the reality of foster care and a predominance of perceptions of positive effects in relation to risks associated with family foster care. Motivations that primarily benefit the child are identified as main motivations to foster, whereas barriers are related to professional reasons. Participants are mostly available to host a child.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/22863
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Marina Moreira.pdf1,12 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.