Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/22843
Título: Cuidados paliativos em população reclusa em Portugal
Autor: Oliveira, Ana Catarina Rodrigues Lumini de
Orientador: Matos, Raquel
Veiga, Elisa
Palavras-chave: Cuidados paliativos
Reclusão
Reclusos e legislação
Data de Defesa: 11-Jul-2017
Resumo: Em 2007, a Organização Mundial de Saúde, definiu cuidados paliativos como uma abordagem médica abrangente que se destina a melhorar a qualidade de vida dos doentes e das suas famílias que enfrentam uma doença grave, incurável ou terminal. O presente estudo tem como objectivo caracterizar a prestação de cuidados paliativos a população reclusa em Portugal, a partir de um estudo de caso. A partir da análise de documentos e da realização de entrevistas a três técnicos e um voluntário, são analisadas as estatísticas, o enquadramento legal e os procedimentos da prestação de cuidados paliativos a reclusos, bem como o papel da família. Os dados foram analisados através de um processo dedutivo de análise de conteúdo. Os principais resultados revelam que há enquadramento legal para a prestação de cuidados a reclusos com doença grave ou a necessidade de cuidados paliativos, mas que nem sempre o processo se concretiza e que ainda existem muitos obstáculos e constrangimentos nos nossos sistemas quer de Saúde, quer Prisional na resposta às necessidades dos doentes com doença grave incurável ou terminal e respectivas famílias.
In 2007, the World Health Organization defined palliative care as a comprehensive medical approach aimed at improving the quality of life of patients and their families facing severe, incurable or terminal illness. The present study aims to characterize the provision of palliative care to the prison population in Portugal, based on a case study. From the analysis of documents and interviews to three technicians and one volunteer, the statistics, the legal framework and the procedures of palliative care for prisoners, as well as the role of the family are analyzed. Data were analyzed through a deductive content analysis process. The main outcomes reveal that there is a legal framework for the care of prisoners with severe illness or the need for palliative care, but that the process is not always implemented and that there are still many obstacles and constraints in our Health and Prison systems in responding to the needs of patients with incurable or terminal illness and their families.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/22843
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Ana Lumini.pdf780,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.