Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/22069
Título: Aliança terapêutica em psicoterapia com crianças e adolescentes : estudo exploratório sobre o impacto de variáveis do terapeuta
Autor: Pereira, Luís Gonçalo Ramos
Orientador: Dias, Pedro
Palavras-chave: Aliança Terapêutica
Componentes da Aliança
Psicoterapia com Crianças e Adolescentes
Variáveis do Psicoterapeuta
Regulação Emocional
Therapeutic Alliance
Alliance Components
Psychotherapy with Children and Adolescents
Therapist Variables
Emotional Regulation
Data de Defesa: 17-Fev-2017
Resumo: objetivo central do presente estudo foi explorar a relação entre a perceção do psicoterapeuta das dimensões da aliança terapêutica, as suas características sociodemográficas e a sua capacidade de regulação e diferenciação emocional, no contexto da psicoterapia com crianças e adolescentes. Para isso, foi realizada uma análise quantitativa dos dados recolhidos, através de um questionário de autorrelato, junto de 40 psicoterapeutas. Os instrumentos presentes no questionário visavam avaliar: a perceção do psicoterapeuta sobre a aliança terapêutica com um cliente específico; um conjunto predeterminado de características sociodemográficas e profissionais dos psicoterapeutas; fatores emocionais do psicoterapeuta, com a utilização do Questionário de Regulação Emocional e da Escala de Avaliação do Repertório e Capacidade de Diferenciação Emocional. Os principais resultados apontam para uma relação inversa entre a perceção de tarefas (dimensão da aliança terapêutica) e a estratégia de regulação emocional de reavaliação cognitiva; uma associação positiva entre a perceção de objetivos da aliança terapêutica, o repertório emocional e a diferenciação emocional do psicoterapeuta; uma associação entre duas dimensões da aliança terapêutica e a perceção de realização e competência profissional; uma associação entre a competência profissional e a realização profissional; foram ainda encontradas diferenças significativas entre géneros ao nível do repertório emocional dos psicoterapeutas.
The aim of this study was to explore the relationship between the psychotherapist's perception of the dimensions of the therapeutic alliance, its sociodemographic characteristics and its competence for emotional regulation and differentiation in the context of psychotherapy with children and adolescents. For this, a quantitative analysis of the data collected was performed through a self-report questionnaire, with 40 psychotherapists. The instruments present in the questionnaire intended to evaluate: the psychotherapist's perception of the therapeutic alliance with a specific client; a predetermined set of sociodemographic and professional characteristics of psychotherapists; emotional factors of the psychotherapist, through the Emotional Regulation Questionnaire and the Emotional Differentiation and Reporting Rating Scale. The main results point to an inverse relationship between perception of task (dimension of the therapeutic alliance) and the emotional regulation strategy of cognitive reassessment; a positive association between the perceived goals of the therapeutic alliance, the emotional repertoire and the emotional differentiation of the therapist; an association between two dimensions of the therapeutic alliance and the perception of professional realization and professional competence; an association between professional competence and professional realization; significant differences between genders were found in the emotional repertoire of therapists.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/22069
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Final - Luís Pereira.pdf745,13 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.