Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/21959
Título: Mudança organizacional e empenhamento organizacional dos trabalhadores : um estudo qualitativo
Autor: Guedes, Mariana Borges Taveira de Sousa
Orientador: Oliveira, Eduardo
Sobral, Filipa
Palavras-chave: Mudança organizacional
Empenhamento Organizacional
Resistência à mudança
Organizational Change
Organizational Commitment
Resistance to change
Data de Defesa: 20-Fev-2017
Resumo: Atualmente há uma maior recetividade e abertura à mudança no seio das organizações. Contudo, gerir sensibilidades e interesses numa mudança organizacional, é ainda uma tarefa de gestão com elevada dificuldade. Sendo assim, é importante conhecermos melhor a relação e influência dos colaboradores nos processos de gestão da mudança organizacional, compreendendo de que forma o seu empenhamento afeta a sua própria perceção sobre a mudança. Tendo como objetivos compreender o foco de ligação (empenhamento) dos colaboradores durante um processo de mudança organizacional planeada; e compreender os principais fatores de resistência dos colaboradores face a esse processo, foi realizado um estudo qualitativo suportado por entrevistas semi-estruturadas a 8 colaboradores de uma organização em processo de mudança interno – estudo de caso. Os resultados alcançados permitiram concluir que, os colaboradores em análise, se focam mais no processo organizacional de gestão da mudança (i.e.,. comunicação e acompanhamento), do que em fatores pessoais (i.e., resistência). O forte empenhamento dos colaboradores, alicerçado na boa relação com a sua equipa de trabalho, poderá explicar porque sentem que eles mesmos influenciam o destino da organização, e que vivem num clima positivo de constante mudança, ainda que apontem falhas claras ao processo de implementação da mudança.
Today’s organizations are more receptive and open to internal changes. However, the management of different sensibilities and interests is still a challenge to organizations facing change processes. Therefore, it is important to better understand the influence of employees on the organizational change management processes. Specially, by understanding how the employees’ commitment can affect their own perception of the change. This dissertation aims to (a) understand the employee’s commitment focus during a planned organizational change process and (b) understand the employee’s main resistance factors to a planned organizational change process. These research goals were tested through a qualitative study, supported on semi-structured interviews to 8 employees. The organization study in this research was facing an internal planed change process - case study. The results obtained showed that, during the change process, these employees were more focus on the organizational change management process (i.e., communication and monitoring) than on the individual factors (i.e., resistance). These results might be explained by the strong commitment of the employees, which are based on the good relationship with the work team. Although they point clear issues regarding the change process implementation, their employment relation makes them feel that they are influencing the fate of the organization, and living in a positive environment of constant change.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/21959
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mariana Guedes - Projeto de Dissertação - Versão final2.pdf544,46 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.