Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/21857
Título: Características dentárias morfológicas : comparação entre uma amostra da população portuguesa e outra equivalente da população holandesa
Autor: Castro, Ana Sofia Silva e
Orientador: Figueiredo, Andreia
Figueiredo, Cristina
Palavras-chave: Tubérculo de Carabelli
Cúspide de Talão
Medicina Dentária Forense
Identificação Humana
Carabelli Cusp
Talon Cusps
Forensic Dentistry
Human Identification
Data de Defesa: 9-Dez-2016
Resumo: Introdução: Um indivíduo torna-se único através das suas características específicas: anatómicas, patológicas e traumáticas. Através vários factores de individualização que, por meio de comparação, nos é permitido identificarem, positivamente um indivíduo. As peças dentárias têm um papel fundamental para efeitos de identificação pessoal. O tamanho da peça dentária e a sua morfologia, são aspectos de fácil registo em termos de variação fenotípica. Isto resulta de uma relação complexa entre genética e o meio ambiente. O tubérculo de Carabelli é descrito como uma variação anatómica localizada na face palatina dos primeiros molares maxilares definitivos, raramente observado em segundos ou terceiros molares maxilares. Mais prevalente na raça caucasiana. Relativamente à cúspide de Talão é uma anomalia de desenvolvimento, que se define por uma estrutura com forma de cúspide acessória, que se projecta da área do cingulum ou da junção amelocementária dos dentes maxilares ou mandibulares, em ambas as dentições. Estudos nesta área indicam que a prevalência das cúspides de talão é escassa a nível mundial. Objetivo: Estipular uma prevalência da presença do Tubérculo de Carabelli e Cúspide de Talão em duas populações diferentes e investigar uma possível correlação entre resultados diferentes entre as duas populações. Materiais e Métodos:Para este estudo efectou-se observações intra-orais, registo fotográfico e preenchimento de um questionário de estudantes do curso de Mestrado Integrado em Medicina Dentária da Universidade Católica Portuguesa, em Portugal e da Radboud University Nijmegen, na Holanda, de idades entre os 18 e os 23. A existência das cúspides de talão foi classificada segundo a escala de Hattab et al., o tubérculo de Carabelli segundo a escala de Dahlberg. Foi utilizado o software Statistical Package for Social Sciences® (SPSS - versão 21.0 para Windows) e o Microsoft Excel 2010®. Resultados: Conclui-se que não existe diferenças estatisticamente significativas entre as duas populações em estudo, nas características em questão. Conclusão: Para obter valores mais concretos e detalhados será necessário elaborar mais estudos e pesquisas, com amostras maiores, de outras regiões e mais abrangentes.
Introduction: Forensically, several dental morphological traits have been described as useful for the determination of an unknown individual identity. In order for dental traits to be of use in forensic identification they must be as specific to a population as possible. In this study we will review about two dental morphological variants designed as the tubercle of Carabelli and Talon cusp. The tubercle of Carabelli is a dental morphologic trait found on the maxillary deciduous second molar and maxillary permanent first molar crowns. In the other hand the talon cusp was described as an anomalous hyperplasia of the cingulum of maxilar or mandibular permanent incisors, leading to a formation of a supernumerary cusp. Therefore, the talon cups can be defined as an uncommon dental anomaly manifesting as an accessory cusp-like structure. Due to several anthropological and evolutionary applications of these traits, and to its variability, it is still a subject of interest in the anthropological literature. Objective: The aim of this study is to evaluate in a descriptive analysis, the distribution of the tubercle of Carabelli and the Talon Cusp, and calculate its prevalence in a population of students attending dentistry course in Catholic University of Portugal, in Portugal and in Radboud University Nijmegen in the Nederlands (Aged 18 – 23 years old). Materials and methods: An intra-oral examination of the anterior teeth, and the maxilary permanent first molar will be made to determinate the existence of the talon cusps and the tubercle of Carabelli. The existence of talon cusps were recorded and classified according to Hattab classification, and the carabelli tuberculum by the Dahlberg classification. Statistical tests will be carried out using Statistical Package for Social Sciences® (SPSS – Windows version 21.0) and the Excel Microsoft 2010®. Results: The results showed no statistical difference between the two studied samples. Conclusion: In order to achieve better and more detailed results it is necessary to enlarge the population sample and study different regions.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/21857
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia Sofia Castro.pdf918,33 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.