Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18806
Título: Relatório de atividade clínica
Autor: Soares, Daniela Filipa da Silva
Orientador: Mendes, Rui Amaral
Palavras-chave: Medicina Dentária
Deontologia
História Médica
Prevenção
Ansiedade
Stress
Comunicação
Comunicação não-verbal
Dental Medicine
Deontology
Prevention
Anxiety
Stress
Communication
Non-verbal Communication
Data de Defesa: 29-Jul-2015
Resumo: A Medicina Dentária visa não apenas o tratamento das diversas patologias que afetam o sistema estomatognático e as estruturas anexas, mas também a prevenção das mesmas. Neste contexto, afigura-se particularmente importante a adoção de medidas destinadas a promover a educação para a saúde, mas também a diminuir as ansiedades e fobias vividas em ambiente clínico as quais, não raras vezes, comprometem a demanda efetiva de cuidados de Saúde Oral. Com efeito, na sociedade em que nos encontramos inseridos sabe-se que o medo e a ansiedade em relação à medicina dentária se colocam como fatores condicionantes do tratamento dentário interferindo assim, na condição psicológica do paciente. Estes pacientes recorrem ao Médico Dentista aquando do aparecimento de sintomatologia álgica, o que, devido à deterioração do estado de saúde da cavidade oral, poderá levar a um tratamento mais invasivo, mais desconfortável para o paciente e consequentemente, potenciador de maior ansiedade. A relação médico/doente e a execução técnica são hoje questões particularmente atuais, porquanto deverão ser analisadas de acordo com o livre e crescente acesso às tecnologias, o qual pode conduzir a uma progressiva desumanização da prestação de cuidados médicos. Desta forma parece importante repensar a atividade médica à luz das teorias atuais de comunicação. Este relatório de atividade clínica pretende descrever a realidade da população observada na Clínica Universitária da Universidade Católica Portuguesa nas diversas áreas disciplinares, refletindo, nesse mesmo contexto, sobre a comunicação como forma de minimização de estados de ansiedade tradicionalmente instalados na nossa população.
Dental Medicine does not only acts in the treatment of the stomatognathic system but also in the prevention of several diseases. Thereby, prevention is a valued resource, implemented to reduce diseases of the oral cavity, anxieties and phobias lived in a clinical setting since they often compromise the actual demand Oral Health Care. In our society, it is known that fear and anxiety about dental practices arise as conditioning factors of dental treatment interfering in the psychological condition of the patient. These individuals resort to the dentist during the onset of painful symptoms which due to the deteriorating health of the oral cavity, lead to a more invasive and uncomfortable treatment for the patient and consequently cause more stress acting like an enhancer for greatest anxiety. The relationship doctor/patient and the technical implementation issues are today notably current issues since they should be analyzed according a free access to the technologies which may lead to the dehumanization of medical care. Therefore, it is important to rethink medical activity in the light of present theories of communication as the issue of the dehumanization caused. This clinical activity report aims to take notice at the reality of the population observed in the University Clinic of the Catholic University during the course of the several subject areas and establish a relation with communication as a way to minimize anxiety states, traditionally installed in our population.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18806
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RACDanielaSilvaSoares.pdf2,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.