Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18801
Título: A interação oral nas aulas de ELE : aprendizagem autorregulada
Autor: Marques, Ana Maria Rodrigues
Orientador: Fernández Soneira, Ana María
Palavras-chave: interação
oralidade
autorregulação
ELE
interaction
speaking
self-regulation
Spanish foreign language
interacción
oralidad
autorregulación
ELE
Data de Defesa: 28-Mai-2015
Resumo: Estudar uma LE implica dominar determinadas competências, entre as quais a pragmática ou comunicativa. Neste âmbito, porém, uma das maiores dificuldades que costuma apresentar-se reporta-se à interação oral. Sabendo que a aprendizagem das LEs passa muitas vezes pelas salas de aula, é urgente que o aprendente saiba qual a melhor forma de desenvolver essa competência e se aperceba das estratégias que utiliza para o fazer. Mas, para otimizar estes resultados, urge criar nos alunos hábitos de reflexão sobre a sua própria aprendizagem e a forma como esta se processa. Assim, neste trabalho de investigação, aborda-se uma perspetiva de desenvolvimento da interação oral através da autorregulação do aluno, que o levará a compreender como a aprende. Assim, argumenta-se a favor da necessidade de promover a autorregulação das aprendizagens e a interiorização da sua prática nos alunos, para que estes percebam o que fizeram, como fizeram e como podem melhorar e ultrapassar as dificuldades sentidas, ao mesmo tempo que desenvolvem a competência comunicativa. Para tal, apresenta-se uma proposta de uma intervenção pedagógica possibilitadora da melhoria da destreza oral e promotora da autorregulação dessa aprendizagem. Além disso, descrevem-se ainda os resultados e as conclusões que se obtiveram, após a implementação do estudo.
Studying a foreign language involves mastering certain skills, particularly the pragmatic or communicative. In this context, however, one of the biggest difficulties that usually presents refers to oral interaction. Knowing that learning the foreign language often goes through classrooms, it is imperative that the learner knows the best way to develop this skill and being aware of the strategies it uses to do so. But to optimize these results, it is urgent to create in the students reflection habits on their own learning and how it is processed. Accordingly, in this research work it approaches a perspective of developing oral interaction through student self-regulation, which will take you to understand how to learn in this way. Because of it, we argue for the need to promote self-regulation of learning and internalizing its practice in students so that they realize what they did, how they did and how they can improve and overcome their difficulties, while they develop their communicative competence. To this end, we present a proposal of a pedagogical intervention enabler of improved oral dexterity and promoter of self-regulation of this learning. Also, are described the results and conclusions that were obtained after the study implementation.
Estudiar una LE conlleva el dominio de determinadas competencias, entre las que se incluye la pragmática o comunicativa. Pero, en este ámbito, una de las dificultades más grandes que suele presentarse concierne a la interacción oral. Sabiendo que el aprendizaje de una LE ocurre muchas veces en el aula, es urgente que el aprendiente sepa cómo desarrollar esa competencia y conozca las estrategias que usa para hacerlo. Sin embargo, para optimizar estos resultados, urge crear en los alumnos la costumbre de reflexionar sobre su propio aprendizaje y la forma como este se procesa. Así, en este trabajo de investigación, se aborda una perspectiva de desarrollo de la interacción oral por medio de la autorregulación del alumno, que lo conducirá a la comprensión de cómo la aprende. Por eso se argumenta a favor de la necesidad de promover la autorregulación de los aprendizajes y la interiorización de su práctica en los alumnos, para que éstos comprendan lo que hicieron, cómo lo hicieron y cómo pueden mejorar y solucionar sus dificultades, al mismo tiempo que desarrollan la competencia comunicativa. Para eso se presenta una propuesta de una intervención pedagógica que posibilita la mejora de la destreza oral y que promueve la autorregulación de ese aprendizaje. Además, se describen los resultados y las conclusiones obtenidas después de la implementación del estudio.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18801
Aparece nas colecções:FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de Estágio Ana Marques.pdf9,09 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.