Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18761
Título: Casamento, intimidade, suporte social e depressão na gravidez
Autor: Moreira, Litícia Cardoso
Orientador: Costa, Eleonora Cunha Veiga
Palavras-chave: suporte social
intimidade relacional
estatuto marital
stress
depressão
gravidez
social support
relational intimacy
marital status
stress
depression
pregnancy
Data de Defesa: 20-Mai-2015
Resumo: A gravidez pode predispor a mulher ao stress e depressão, sendo o suporte social e a intimidade fatores protetores do desenvolvimento destas perturbações. Este estudo avaliou a relação entre o stress (vários stressores), o suporte social, a intimidade e a depressão, bem como os preditores da saúde mental e o impacto das variáveis sociodemográficas nas variáveis psicossociais, numa amostra constituída por 169 grávidas a frequentar as aulas de Preparação para o Parto no ACES Cávado III. Os resultados revelam que grávidas casadas apresentam maior suporte social e menor depressão comparativamente às não casadas, assim como grávidas com maior satisfação com a intimidade apresentam maior suporte social e saúde mental e grávidas com maior stress apresentam menor intimidade e suporte social. depressão é predita pelo stress (β=.431, p<.01) e suporte social (β=-.283, p<.01), com o modelo a explicar 36% da variância. Adicionalmente, grávidas crentes apresentam maior intimidade e menor depressão e stress, comparativamente às grávidas ateias. O stress financeiro exibe uma relação negativa com a intimidade e suporte social e positiva com a depressão. Em suma, com os resultados obtidos considera-se pertinente a criação de redes de apoio e intervenção no stress para a promoção da saúde mental das grávidas.
Pregnancy can predispose women to stress and depression, being the social support and intimacy the protective factors of the development of these disorders. This study assessed the relationship between stress (several stressores), social support, intimacy and depression, as well as the predictors of mental health and the impact of sociodemographic variables on psychosocial variables, in a sample of 169 pregnant women attending the classes of preparation for childbirth in ACES Cávado III. The results reveals that pregnant married women have higher social support and less depression compared to unmarried women, as well as pregnant women with greater satisfaction with the intimacy, presents greater social support and mental health and pregnant women with greater lack of stress have less intimacy and social support. Depression is predicted by stress (β=.431, p<.01) and social support (β=-.283, p<.01), with the model to explain 36% of the variance. Additionally, religious pregnant women present greater intimacy, less depression and stress, compared to atheistic pregnant women. The financial stress displays a negative relationship with intimacy and social support and positive with the depression. In short, with the results obtained, it is considered pertinent the creation of support networks and stress intervention for the promotion of mental health of pregnant women
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18761
Aparece nas colecções:FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Liticia.pdf1,55 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.