Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18566
Título: Rosto social da religião : as motivações religiosas das organizações sócio caritativas católicas
Autor: Mariz, Roberto Rosmaninho
Orientador: Duque, João Manuel Correia Rodrigues
Esteves, Alexandra Patrícia Lopes
Palavras-chave: Religião
Doutrina social da igreja
Ação social
Religion
The social doctrine of the Church
Social action
Data de Defesa: 20-Jun-2014
Resumo: A religião, como realidade presente no seio da sociedade e das pessoas, apresenta-se como um elemento com o qual todos se cruzam no seu quotidiano, direta ou indiretamente. A religião quanto à identidade, à vivência e à sua manifestação é olhada a partir de diversas perspetivas. Essencialmente, aqui se referem três dicotomias interligadas: individualidade – coletividade, consciência pessoal – vivência social e interioridade - exterioridade. Procuramos perceber de que modo a religião, de modo particular a religião cristã, não se circunscreve só na individualidade, interioridade e vivência espiritual da consciência íntima, mas como se define e apresenta a si mesma necessitada da vivência exterior, com os respetivos laços na coletividade e operacionalidade na sociedade. Assim, deparamo-nos com a ação social de igreja, a qual se apresenta ancorada numa profunda reflexão, denominada de doutrina social da igreja. Esta ação social manifestando-se na vivência de cada pessoa, encontra uma consistente operacionalização nas instituições particulares de solidariedade social de igreja. Procuramos compreender até que ponto o conteúdo da fé é o impulso para esse agir social e de que modo os seus agentes sentem essa implicação.
Religion, as a reality present within the society and people, presents itself as an element with which we all intersect in our daily lives, directly or indirectly. Religion in what concerns identity, experience and its manifestation is analyzed from various perspectives. In essence, we refer three interconnected dichotomies: individuality (collective and personal experiences), social awareness and interiority – exteriority. We seek to understand how religion, in particular the Christian religion, is not limited only by individuality, interiority and spiritual experience of one’s intimate awareness, but how does it defines itself and is in need of an external experience, with connections to the collectivity and operating conditions of society. Thus, considering that the Church social action, which is anchored in deep reflection, we find it as being the Church's social doctrine. This social action expressing itself in the experience of every person has a consistent operationalization in the private social welfare institutions of the Church. We seek to understand to what extent the content of faith is the impetus for this social action and how its agents feel this implication.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18566
Aparece nas colecções:FCS - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
FF - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Anexo tese.pdf5,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.