Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18417
Título: O político e o sagrado n' Os Persas de Ésquilo
Autor: Pulquério, Manuel de Oliveira
Data: 1999
Editora: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa
Citação: PULQUÉRIO, Manuel de Oliveira – O político e o sagrado n' Os Persas de Ésquilo. Didaskalia. Lisboa. ISSN 0253-1674. 29:1-2 (1999) 617-625.
Resumo: Em 472 a.C., os espectadores do teatro Dioniso, em Atenas, assistiram à representação de uma peça que lhes deve ter causado uma enorme perturbação. Foram Os Persas de Ésquilo.
No centro da orquestra elevava-se o altar consagrado a Dioniso, o deus particularmente honrado com as representações teatrais, que tinham origem nos mistérios da religião que fundara. Ésquilo dramatizara acontecimentos decisivos para a vida do seu povo, ocorridos apenas oito anos atrás, a guerra vitoriosa de libertação e salvação travada pelos Gregos contra os Persas, chefiados pelo rei Xerxes. Através de episódios e estásimos, Ésquilo falava a verdade aos seus concidadãos e não podia fazê-lo de outro modo, porque diante de um deus não se pode mentir.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18417
ISSN: 0253-1674
Aparece nas colecções:RD - 1999 - Vol. 029 - Fasc. 1 e 2

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
V0290102-617-625.pdf201,36 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.