Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18349
Título: Recuperação da linguagem após AVC : o caso particualr dos estereotipos verbais e da visual word from area
Autor: Rodrigues, Inês Tello rato Milheiras
Orientador: Caldas, Alexandre Lemos Castro
Palavras-chave: Stroke
Aphasia
Alexia
Neuroplasticity
Recurrent Utterances
Visual Word Form Area
fMRI
rTMS
AVC
Afasia
Alexia
Neuroplasticidade
Estereotipos Verbais
Visual Word Form Area
Ressonância Magnética Funcional
Estimulação Magnética Transcraniana
Data de Defesa: 27-Mar-2015
Resumo: Within the last decade, the use of fMRI and neuromodulation systems in patients with aphasia has substantially advanced the understanding of the mechanisms underlying functional language reorganization in response to a brain lesion. Neuroplasticity research yields numerous outcomes for the differential contribution of perilesional and contralesional brain areas to language recovery in aphasia. Research to the date, refer that the potential for functional reorganization critically depends on preserved left regions and connections that offer the anatomical substrate supporting language recovery. If language functioning is unable to return to the left hemisphere because of the extent or specific local of damage, language functioning remains in the right hemisphere but retains dysfunctional elements. This thesis aims to explore brain plasticity mechanisms that sustain language recovery, in the particular case of aphasia patients with recurring utterances and also in patients with severe alexia. The nature of these deficits was explored across different modalities and techniques, namely, fMRI and rTMS. Our results emphasized that the right hemisphere activity reflects an increased, but ultimately ineffective search and selection process, in patients with chronic aphasia. Essentially, in accordance with previous investigations, our data highlight the less capability of the right hemisphere as an alternative when damage severity prevents the ultimate return of language processes to the left hemisphere.
Na última década, a utilização de Ressonância Magnética Funcional e de sistemas de Neuromodulação em pessoas com afasia, tem permitido uma maior compreensão dos mecanismos subjacentes à reorganização funcional da linguagem após lesão cerebral. A reactivação das áreas perilesionais é apontada por diversos estudos como a forma mais eficiente na recuperação da afasia. O presente trabalho pretendeu explorar os mecanismos de neuroplasticidade que sustêm a recuperação da linguagem nos casos particulares de pessoas com afasia e estereótipo verbal e em casos de alexia. A natureza dos diferentes defeitos linguísticos foi explorada com distintas metodologias e técnicas, nomeadamente através de Ressonância Magnética Funcional e da Estimulação Magnética Transcraniana. Os resultados obtidos estão de acordo com a literatura e enfatizaram a menor capacidade de compensação das áreas do hemisfério direito para o processamento da linguagem e a ocorrência de uma compensação disfuncional em casos de lesões extensas que impede a reactivação das áreas perilesionais e consequentemente uma recuperação mais eficaz da alterações linguísticas.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18349
Aparece nas colecções:ICS(L) - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PhD Thesis 2 (1).pdf2,25 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.