Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18261
Título: Diversificação e segurança energética europeia : gás natural e o corredor meridional
Autor: Azevedo, Frederico Emanuel Fetal Prezado Santos de
Orientador: Pinto, Raquel Vaz
Palavras-chave: Segurança Energética Europeia
Gás Natural
Corredor Meridional
União Europeia
Cáspio
European Energy Security
Natural Gas
Southern Corridor
European Union
Caspian Region
Data de Defesa: 28-Abr-2015
Resumo: A União Europeia enquanto uma das maiores economias globais é dependente do gás natural fornecido por terceiros. Considerando que os mercados deste recurso são regionais, derivado da maioria do seu transporte ser efectuado via gasoduto, o contexto geopolítico europeu depara-se com um conjunto de riscos, alguns de natureza política, que condicionam o estado de segurança energética relativa ao seu abastecimento de gás natural. Por conseguinte, a União Europeia implementou diversas estratégias que visam a criação de um mercado e espaço único relativo ao consumo de gás natural, tal como, tem procurado dinamizar as suas relações com outros exportadores, países-trânsito e consumidores. A respeito dessa dinamização de relações, a Comissão Europeia priorizou a criação de uma nova rota de abastecimento, o Corredor Meridional, composto por um sistema de gasodutos com o propósito de interligar potenciais produtores alternativos com os seus mercados consumidores. O objectivo deste projecto serve o aumento da sua diversificação, como uma das soluções fundamentais para o reforço da sua segurança energética. Todavia, as regiões alternativas incluídas nessa estratégia apresentam um conjunto de desafios com diversas origens que poderão condicionar o desenvolvimento do Corredor. Analisar e compreender todos estes contextos e em última instância, confirmar a importância da contribuição do Corredor Meridional para o aumento da segurança energética europeia, constituem os objectivos deste trabalho.
As one of the major global economies, the European Union is dependent on external supplies of natural gas. Considering that its markets have a regional dimension, as main form of transportation of natural gas is effected through pipelines, the European geopolitical context faces a set of risks, some of which are political in nature, that undermine its energy security status regarding natural gas supplies. Hence, the European Union has implemented several strategies that aim to create a common market and space correlated to natural gas consumption; as it has been trying to boost its relations with other exporter, transit and consumer countries. Concerning such improvement in relations, the European Commission prioritized the creation of a new supply route, the Southern Corridor, composed by a pipeline system with the purpose of connecting potential alternative suppliers with its consumer markets. The main goal of this project serves the increase of diversification, as one of the fundamental solutions to reinforce European energy security. However, the alternative regions included in this strategy pose a number of challenges of diverse naturewhich may compromise the Corridor’s development. To analyse and understand all these contexts and, ultimately, to confirm the importance of the Southern Corridor’s contribution to the increase of the European energy security, are the objectives of this work.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18261
Aparece nas colecções:IEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Revista Final.pdf4,18 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.