Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/18103
Título: As notícias como um género difuso: a transformação do jornalismo na contemporaneidade
Autor: Schudson, Michael
Palavras-chave: Jornalismo
Notícia
Redacção
Blogues
Organizações noticiosas
Audiências
Journalism
News
Newsroom
Blogs
News organizations
Audiences
Data: 2011
Editora: CECC - BOND
Citação: SCHUDSON, Michael – As notícias como um género difuso: a transformação do jornalismo na contemporaneidade. Comunicação & Cultura. Lisboa. ISSN 1646-4877. 12 (Outono-Inverno 2011) 139-150
Resumo: A actividade jornalística tem sido alvo, em tempos recentes, de transformações significativas, resultantes de um contexto cultural em mudança, no qual as notícias, as redacções e os próprios jornalistas se viram confrontados com as novas realidades da era digital. Definir a própria actividade jornalística, ou mesmo as notícias enquanto género jornalístico, tornou-se uma tarefa extraordinariamente complexa num momento em que se exigem novos modelos de compreensão para aquilo que tem sido, é e poderá ser num futuro próximo o jornalismo. Neste artigo, Michael Schudson analisa algumas dessas transformações em curso, sugerindo um conjunto de características determinantes da indefinição de fronteiras que hoje marcam de forma indelével os princípios e práticas do jornalismo. Embora salvaguardando algumas reservas inevitáveis, o autor conclui, em tom assumidamente optimista, que este novo jornalismo que agora emerge se revela mais cooperante, menos hierárquico, mais eficiente e, sobretudo, mais próximo do seu público.
In recent times, journalism has been subject to significant transformations, resulting from a cultural context where news, newsrooms and journalists have had to learn how to deal with the new concepts, practices and uncertainties brought about by the digital era. Defining the journalistic profession, or even defining news as a journalistic genre, has become an extraordinarily complex task, at a time when new models of understanding are required to grasp the meaning of what has been, what is now, and what journalism might become in the near future. In this article, Michael Schudson analyzes some of the ongoing transformations, suggesting a set of features he conceives as determinant in the blurring of borders that has become a defining trait of contemporary journalism principles and practices. While safeguarding a number of questions and doubts, the author goes on to conclude optimistically that this new emerging journalism has revealed itself more cooperative, less hierarchical, more efficient and, especially, closer to its audience.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/18103
ISSN: 1646-4877
Versão do Editor: http://comunicacaoecultura.com.pt/wp-content/uploads/08.-Michael-Schudson.pdf
Aparece nas colecções:RCC - 012 - 2011 - Fãs e Celebridades

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
08. Michael Schudson.pdf111,11 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.