Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17858
Título: A produção do documentário Numa Casa Portuguesa Fica Bem
Autor: Pacheco, Maria João Marques
Orientador: Barbosa, Álvaro
Data de Defesa: 2009
Resumo: Um filme documental parte normalmente de uma realidade que se quer conhecer melhor ou explorar. Por outro lado pode servir como meio de transmitir uma verdade não implícita. O filme documental pode ainda ficcionar uma verdade como forma de mostrar uma realidade. O cinema tem inúmeros exemplos de documentários, tornando a sua caracterização um pouco ambígua. O mais interessante do documentário é isso mesmo; não ser declarado o seu género ou até integrar todos os géneros, deixando a leitura ao critério do público, ou induzindo-o a crer numa verdade completamente fictícia. O tema desta Dissertação vai de encontro às premissas principais do projecto final: um documentário. O filme baseia-se em práticas conhecidas sobre a produção de um documentário, mais concretamente sobre a produção de um documentário ficcionado. O filme intitulado Numa Casa Portuguesa Fica Bem, apresenta então duas dimensões: o documentário por si só, que apresenta uma realidade previamente investigada (as origens, a evolução, o revivalismo e a arte contemporânea do napperon) incluindo entrevistas e o documentário ficcional (e ao mesmo tempo documental - a história da D. Amália) que serve como fio condutor do mote principal. Para além do projecto final servir de base à Dissertação, serão apresentados exemplos cinematográficos que suportam a criação temática e estética, orientados pela perpectiva do papel desempenhado pelo produtor. Fundamentalmente pretende-se perceber o “o quê”, o “como“ o “quando” e o “porquê” de todo o processo de produção documental e de como isso influencia o decorrer diário da produção de um documentário ficcional.
A documentary movie usually comes from the will of knowing some reality better and exploring it. On the other hand, it can be used as a means of transmitting a non-explicit true. Documentary movies often fictionalize a true in order to expose the reality beyond it. Cinema has got innumerous examples of documentaries; this fact has made its characterization very ambiguous. However, that’s precisely what makes documentaries so interesting; not having an official gender and being able, at the same time, to embrace all of them, leaving the public with the final interpretation or with a totally fictional true. The subject of this Dissertation follows the purpose of the final project: a documentary. The movie created is based on the well known practices of documentary movies, more properly, fictional ones. The movie entitled Numa Casa Portuguesa Fica Bem, presents us essentially two dimensions: the documentary itself, exploiting a reality previously investigated (the origins, evolution, revivalism and the contemporaneous art of the doily), including interviews, and the fictional documentary (documental, at the same time – the history of D. Amália), that constitutes the guide for the main goal. In this Dissertation, more than the final project, there will also be mentioned cinematographic examples that support the thematic creation and aesthetics, always considering the producer’s perspective and roll. This means that it will be essential to perceive the “what”, “how”, “when” and “why” of the all documentary production process, plus its influence and effect on the daily basis of that same production.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17858
Aparece nas colecções:EA - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.