Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17799
Título: Tutoria autorregulatória em contexto de acolhimento institucional : implementação e avaliação de um programa de intervenção
Autor: Rocha, Inês Soares da
Orientador: Trigo, Luísa Ribeiro
Data de Defesa: 26-Jun-2015
Resumo: A literatura científica salienta o papel da promoção de estratégias de autorregulação da aprendizagem na promoção do sucesso académico (Rosário, 2004). Contudo, a investigação neste domínio tem-se focado sobretudo nas escolas. Dados do Instituto da Segurança Social (2012) apontam para níveis elevados de insucesso escolar em crianças e jovens em acolhimento institucional, nomeadamente a partir dos 11 anos, em idades de transição de ciclo. Apesar da necessidade de intervir junto desta população, promovendo estratégias de autorregulação da aprendizagem, a investigação e intervenções são ainda escassas. Este estudo teve como objetivo implementar e avaliar a eficácia de um programa de intervenção de tutoria autorregulatória, adaptando o programa de tutoria autorregulatória de Santos (2012), aplicado em escolas, para o contexto de acolhimento institucional. O programa foi implementado junto de seis raparigas, acolhidas num Lar de Infância e Juventude, com idades entre os 11 e os 14 anos, havendo dois grupos: o grupo 1 (2º ciclo) e o 2 (3º ciclo). Realizaram-se 14 sessões para o grupo 1 e 13 para o grupo 2, baseadas no modelo de autorregulação da aprendizagem de Rosário (2004) e utilizando, na maioria das sessões, capítulos dos livros “(Des)Venturas do Testas”. A recolha de dados recorreu a vários instrumentos, de natureza qualitativa e quantitativa, envolvendo como informadores as participantes no programa, técnicas do lar e diretores de turma das jovens. A análise dos dados permitiu identificar melhorias na autorregulação relatada pelas participantes, sobretudo na planificação. As perceções das jovens, técnicos e diretores de turma relativamente ao programa apontam, em geral, a sua utilidade no desenvolvimento de competências autorregulatórias e atitudes positivas em relação ao estudo e aprendizagem. Destaca-se o valor das relações na modalidade tutorial, assim como o potencial de transformação do próprio contexto, com implicações na promoção do sucesso educativo das crianças e jovens em acolhimento institucional.
The scientific literature has been emphasizing the role of promoting learning self-regulation strategies in promoting the academic success of students (Rosario, 2004). However, research in this area has focused mainly in schools. Data from the Instituto da Segurança Social (2012) point to high levels of school failure amongst children and young people in foster care, in particular from after 11 years old, in ages of cycle transition. Despite the need to intervene with this population, strategies to promote learning self-regulation, research and interventions are scarce. This study aimed to implement and evaluate the effectiveness of an intervention program of self-regulatory tutoring, adapting Santos (2012) self-regulatory tutoring program, applied in the school context, to the foster care context. The program was implemented with six young girls, living in a home for children and youth, aged 11 to 14 years, with two tutorial groups: group 1 (2nd cycle) and group 2 (3rd cycle). There were 14 sessions for group 1 and 13 for group 2, based on the Rosário (2004) model of learning self-regulation and using, in most sessions, chapters of books "(Des)Venturas do Testas." Data collection relied on several instruments, of qualitative and quantitative nature, involving the program participants, foster care professionals and participants class directors as informants. The data analysis allowed us to identify improvements in self-regulation reported by the participants, particularly in the planning phase. The perceptions of participants, home professionals and class directors about the program indicate, in general, in direction of its usefulness in developing self-regulatory skills and positive attitudes towards teaching and learning. The study highlights the value of the relational component in tutoring, as well as the transformative potential of context itself, with implications in promoting educational success of children and youth in residential care.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17799
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
080714_Dissertação Final Inês Rocha.pdf1,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.