Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17782
Título: A educação para a autonomia na terceira idade : o direito de aprender ao longo da vida : II ciclo de estudo em gerentologia social aplicada
Autor: Pinto, Cláudia Marta Rodrigues
Orientador: Antunes, Maria da Conceição
Palavras-chave: Educação de Adultos
Educação de Idosos
Educação ao Longoda Vida
Terceira idade
Gerontologia
Programa Educativo
Autonomia
Adult Education
Seniors Education
Lifelong Education
Seniors
Gerontology
Education Program
Autonomy
Data de Defesa: 4-Dez-2012
Resumo: Podemos constatar que o envelhecimento da população traz uma modificação no status do indivíduo e no seu relacionamento com as outras pessoas. Este facto aporta algumas consequências para a vida do idoso, tais como: mudanças de papéis na família, no trabalho e na sociedade; dificuldade em adaptar-se a esses novos papéis; diminuição da sua autoestima; falta de motivação e dificuldade em planear o futuro; depressão; perdas orgânicas, físicas, afetivas e sociais; e dificuldade em aceitar orientações para a resolução de problemas. Perante esta realidade, é comum assistirmos a um isolamento da pessoa idosa, que passa o dia em frente a um televisor, sem interagir com ninguém. Desta forma, aos poucos, a sua memória vai enfraquecendo e as suas possibilidades de diálogo diminuem de dia para dia. O presente estudo, cujo tema é a Educação para a Autonomia na Terceira Idade: o Direito de Aprender ao Longo da Vida, pretende demonstrar que, através de um Programa Educativo, esta tendência pode ser invertida. O idoso poderá enriquecer-se intelectualmente, tendo a oportunidade de relembrar as suas experiências, utilizando-as como troca de saberes e transformando-as numa nova forma de participar socialmente, mediante uma interação positiva.
We can see that aging population brings a change in the status of the elderly and its relationship with other people. This brings some consequences for the lives of the elderly, such as: roles changing in the family, at work and in society; difficulty in adapting to these new roles, decreased self-esteem, lack of motivation and difficulty in planning the future, depression, organic, physical, emotional and social skills losses, and difficulty in accepting guidance for troubleshooting. Given this reality, it is common to watch a isolation of the elderly, who spends all day in front of a TV, without interacting with anyone else. Thus, gradually, his memory will weaken and decrease his chances of dialogue from day to day. This study, whose theme is Education for Autonomy in Old Age: The Right of Lifelong Learning, aims to demonstrate that, through an Educational Program, this tendency can be reversed. The elderly may enrich themselves intellectually, having the opportunity to recall their experiences, using them as exchange of knowledge and transforming them into a new way to participate socially, through positive interaction.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17782
Aparece nas colecções:FCS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE COMPLETA.pdf13,68 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.