Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17766
Título: Relação entre satisfação profissional, felicidade e saúde mental
Autor: Silva, Iolanda Isabel Cerqueira da
Orientador: Costa, Eleonora Cunha Veiga
Ferreira, Domingos Júlio Gomes Alves
Palavras-chave: Satisfação profissional
felicidade
saúde mental
bem-estar subjetivo
Job satisfaction
Happiness
Mental Health
Subjective Welfare
Data de Defesa: 17-Jul-2013
Resumo: Esta investigação correlacional propôs-se estudar a relação entre a satisfação profissional, a felicidade e a saúde mental, numa amostra de 63 sujeitos ativos profissionalmente, de forma a entender melhor a relação entre as variáveis em estudo. Ao nível das hipóteses procurou-se estudar as diferenças ao nível da satisfação profissional, felicidade e saúde mental. Analisouse ainda, as diferenças entre géneros no que diz respeito à satisfação profissional, felicidade e saúde mental; as diferenças entre os diferentes tipos de funções laborais relativamente à satisfação profissional, à felicidade e à saúde mental; diferenças entre os diferentes níveis de escolaridade relativamente à satisfação profissional, felicidade e saúde mental; e por último as diferenças entre as idades no que diz respeito às variáveis em estudo. Estas hipóteses foram testadas com o auxílio do questionário sócio demográfico, da escala de satisfação no trabalho, da escala de felicidade subjetiva e do inventário de saúde mental. Os resultados da nossa investigação indicam que os sujeitos mais satisfeitos profissionalmente nem sempre são mais felizes e apresentam melhor saúde mental. Contudo, os resultados indicam que os sujeitos mais felizes apresentam melhor saúde mental. Apresentam ainda que os sujeitos mais satisfeitos profissionalmente apresentam maior distress psicológico e maior perda de controlo e que os sujeitos mais satisfeitos com os seus supervisores apresentam maior saúde mental, bem-estar, afeto positivo, distress e perda de controlo
This correlational research set out to study the relationship between job satisfaction, happiness and mental health in a sample of 63 professionally active subjects in order to understand more clearly the relationship between the study variables. In terms of the hypotheses we sought to study the differences in job satisfaction, happiness and mental health. It was also analyzed the gender differences with regard to job satisfaction, happiness and mental health, the differences between different types of labor functions in relation to job satisfaction, happiness and mental health differences between different levels of education relation to job satisfaction, happiness and mental health, and finally the differences between ages in respect to the variables under study. These hypotheses were tested with the help of socio-demographic questionnaire, the scale of job satisfaction, subjective happiness scale and mental health inventory. The results of our investigation indicate that subjects more satisfied professionally are not always happier and have better mental health. However, the results indicate that subjects more satisfied professionally present greater psychological distress and greater loss of control and that subjects more satisfied with their supervisiors have greater mental health, well-being, positive affect, distress and loss of control
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17766
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Iolanda.pdf614,41 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.