Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17744
Título: Úlcera venosa : a qualidade de vida e a decisão terapêutica
Autor: Cabrita, Paula Sofia Cristino Silva
Orientador: Martins, Fernando Mena
Capelas, Manuel Luís
Palavras-chave: qualidade de vida
úlcera venosa
decisão terapêutica
enfermagem.
quality of life
venous ulcer
therapeutic decision
nursing
Data de Defesa: 1-Jul-2014
Resumo: INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: Ser portador de uma ferida crónica como a úlcera venosa, acarreta alterações no quotidiano, transformando de forma determinante a vida do indivíduo. O desafio dos cuidados de saúde consiste em fornecer a estes indivíduos cuidados globais e integrados, onde a qualidade de vida seja o principal outcome. Assim, torna-se fundamental que os enfermeiros conheçam as alterações que estas pessoas experienciam para que os cuidados sejam individualizados. Os objetivos deste estudo são: avaliar a qualidade de vida da pessoa com úlcera venosa, analisar a influência das características da ferida e do tipo de tratamento na qualidade de vida, identificar os critérios da decisão terapêutica e os obstáculos à decisão terapêutica. METODOLOGIA: Amostra não probabilística acidental de 31 pessoas com úlcera venosa a serem cuidadas nos centros de saúde da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE, Beja. Incluiu também 95 enfermeiros que prestavam cuidados nos mesmos locais. Para a colheita de dados utilizou-se o Esquema Cardiff de Impacto da Ferida e um formulário para registo das características da ferida. Para os enfermeiros foi utilizado um formulário para identificarem os critérios da sua decisão terapêutica. RESULTADOS: Verificou-se uma redução da qualidade de vida no domínio do bem-estar. A qualidade de vida é afetada pela quantidade de exsudado e pela dor, sendo que a dor aumenta em função do aumento da área da úlcera. Os enfermeiros utilizam múltiplos critérios na sua decisão terapêutica e 28,4% consideram que a sua prática não está de acordo com as evidências científicas. CONCLUSÃO: A úlcera venosa altera a qualidade de vida das pessoas. Verificaram-se diferenças na quantidade de critérios utilizados na decisão terapêutica, o que apela para a necessidade de uma prática mais uniformizada, no entanto sempre adaptada ao doente. Continuam a existir dificuldades na aplicação de intervenções de enfermagem baseadas em evidência.
INTRODUCTION AND OBJECTIVES: Having a chronic wound such as venous ulcer, results in changes in everyday life, turning a decisive role in the individual's life. The challenge of health care is to provide to these individuals a global and integrated care, where quality of life is the primary outcome. Thus, it becomes essential that nurses are aware of changes that these people experience, to provide individualized care. The objectives of this study are: assess the quality of life of people with venous ulcers, analyze the influence of wound characteristics and type of treatment on quality of life, identify the criteria for treatment decisions and obstacles to therapeutic decision. METHODOLOGY: Non-probabilistic accidental sample of 31 people with venous ulcer being cared in the health centers of the Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE, Beja. There were also included 95 nurses who provide care at the same locations. For data collection, it was used the Cardiff Wound Impact Scheme and a form to register the characteristics of the wound. For nurses also used a form was used to identify the criteria for their treatment decision. RESULTS: There was a reduction in the quality of life in the domain of wellness. The quality of life is affected by the amount of exudate and pain, and pain increases with the increase in ulcer area. Nurses use multiple criteria in their therapeutic decision and 28,4% consider that their practice does not comply with scientific evidence. CONCLUSION: Venous ulcers change people’s quality of life. There were differences in the number of criteria used in therapeutic decision, which calls for the need of a more standardized practice, however always adapted to the patient. There are still difficulties in implementing nursing interventions based on evidence.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17744
Aparece nas colecções:ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
VERSAO_DIGITAL _MESTRADO.pdf3,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.