Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17689
Título: Imigração e criminalidade : representações sociais de cidadãos portugueses
Autor: Monteiro, Joana Mafalda Almeida
Orientador: Matos, Raquel
Palavras-chave: Imigração
Atitudes
Representações
Criminalidade
Immigration
Attitudes
Representations
Crime
Data de Defesa: 2011
Resumo: A relação entre a imigração e a criminalidade tem sido presentemente patenteada nos diversos discursos políticos e nos meios de comunicação. Esta constante incitação poderá ter influência nos discursos sociais acerca destes fenómenos, o que consequentemente pode conduzir à construção de acepções erradas por parte dos portugueses. Desta forma no presente estudo pretende-se aceder e analisar as representações sociais da população portuguesa relativamente à associação entre a imigração e o crime. Para o efeito optou-se pela utilização de uma metodologia qualitativa, uma vez que pretendemos alcançar os significados e percepções que os portugueses têm acerca deste objecto. Servindo-nos de uma análise indutiva, optámos pela utilização da entrevista qualitativa como instrumento de recolha de dados, que foi aplicada a uma amostra de conveniência de dezasseis portugueses (oito do sexo feminino e oito do sexo masculino) e posteriormente analisada através do processo de análise de conteúdo. A investigação permitiu explorar as atitudes dos portugueses relativamente aos diferentes grupos de imigrantes presentes actualmente em Portugal, perceber quais as percepções sociodemográficas acerca dos mesmos, assim como a influência das várias nacionalidades de imigrantes na criminalidade em Portugal, especificando quer o tipo, quer os motivos de crime que consideram existir. Globalmente, os resultados mostram que os Portugueses não consideram que a imigração seja o principal motivo da criminalidade no país, no entanto conseguem identificar determinados tipos de crime a certos grupos de imigrantes e afirmam a existência de uma relação entre a imigração e criminalidade. É ainda estabelecida uma relação entre o aumento da imigração e o aumento do desemprego, da desorganização social e do aparecimento de novas formas e métodos de criminalidade em Portugal. Finalmente apresentamos algumas sugestões para futuras investigações, que poderiam melhorar compreensão dos dois fenómenos.
The relationship between immigration and crime has been mentioned in many political speeches and in the media. This constant provocation may have influence on social dialogue about these issues, which in turn can lead to incorrect deduction of meanings by the Portuguese. So this study is to access and analyze the social representations of the Portuguese population and to establish the association between immigration and crime. To do so, it was chosen to use a qualitative methodology, because the intent is to achieve the meanings and perceptions that the Portuguese have about this subject. Using an inductive analysis, the use of the interview as an instrument of qualitative data collection was chosen, which was applied to a convenience sample of sixteen Portuguese (eight female and eight male) and subsequently analyzed using the process of substance analysis. The investigation allowed an examination of the attitudes of the Portuguese for the different groups of immigrants present in Portugal today, understanding what the perceptions are about the same social -demographic as well as the influence of the various nationalities of immigrants in crime in Portugal, either by specifying the type, whether the reasons crime they feel exist. Overall, the results show that the Portuguese do not consider that immigration is the main cause of crime in the country, but can identify certain types of crime to certain groups of immigrants and affirm the existence of a relationship between immigration and crime. It is also established a relationship between increased immigration and rising unemployment, social disorganization and the upraising of new forms and methods of crime in Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17689
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.