Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17506
Título: Trajetórias profissionais atípicas construídas por mulheres em contextos de trabalho tradicionalmente ocupados por homens
Autor: Pereira, Ana Luís Sousa
Orientador: Cunha, Liliana
Palavras-chave: Género
Glass ceiling
Posições hierárquicas superiores
Constrangimentos
Estratégias
Gender
Senior management positions
Constraints
Strategies
Data de Defesa: 2013
Resumo: As mulheres representam cerca de 40% da população ativa no mundo ocidental, embora continuem a ser uma minoria nas posições de gestão e na política, sendo praticamente invisíveis nas posições de topo. Dados de 2012 da União Europeia (EU) suportam o desequilíbrio vigente da distribuição de género nas organizações europeias. Em média, apenas 13,7% dos membros dos quadros administrativos e 15% dos membros não executivos das maiores empresas cotadas em bolsa dos 27 Estados-membros da União Europeia (EU) são mulheres. Apesar de encontrarmos uma representação menos desequilibrada de homens e de mulheres nas bases das pirâmides hierárquicas, à medida que vamos evoluindo nas mesmas, a situação inverte-se, predominando a presença masculina (Guerreiro, Abrantes, & Pereira, 2004). O presente estudo tem por objetivo analisar e compreender trajetórias profissionais de mulheres em posições hierárquicas superiores, bem como os constrangimentos, oportunidades e estratégias inerentes à construção deste percurso socialmente reconhecido. Deste modo, foram realizadas oito entrevistas a mulheres que ocupam lugares de chefia nas organizações que integram, nos setores da indústria e dos serviços. Os resultados do estudo, suportados na análise de conteúdo dessas entrevistas, evidenciam a importância que as características do contexto organizacional assumem no desenho das trajetórias destas mulheres, funcionando como um dos principais fatores impulsionadores das mesmas. No mesmo sentido, funcionam também as características pessoais de cada uma das mulheres, bem como o conjunto de estruturas de apoio e estratégias empreendidas para uma melhor conciliação trabalho-família. A necessidade de estruturas e redes de apoio, nomeadamente por parte do companheiro, e as exigências de uma função deste tipo, em termos de uma quase total disponibilidade para o trabalho, concorrem como os principais fatores explicativos para o escasso número de mulheres em posições de poder, para além dos fatores mais macrossociais.
Women represent about 40% of the ative population in the western world However, they remain a minority in Management and Politics related positions, being virtually invisible in the top positions. European Union’s (EU) data from 2012 supports the current imbalance of gender distribution in European organizations. On average, only 13.7% of administrative staff and 15% of non-executive members of the largest listed companies in the 27 Member States of the European Union (EU) are women. Despite finding balanced proportions of both genders on the basis of hierarchical pyramids, as we move upwards, the situation is reversed, showing a predominant male presence (Guerreiro, Abrantes, & Pereira, 2004). The present study aims to analyze and understand the career paths of women in high hierarchical positions, as well as the constraints, opportunities and strategies related to the construction of this socially recognized route. Thus, I performed eight interviews with women occupying leadership positions in organizations in which they operate in both the industry and services sectors. Content analysis was adopted as a methodology for the treatment of privileged data. The results of the present analysis show the importance of the organizational context, being one of the key drivers, in the development of these women’s careers, as well as their personal characteristics, supportive background structures and strategies developed to improve their work-family balance. Supportive family structures, more precisely the support from the partner, and the difficulty of managing work and family life, compete as the main factors accounting for the low number of women in positions of power.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17506
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.