Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17446
Título: Whaddaya hear? Whaddaya say? : a sonorização do cinema e o seu impacto na construção genológica em Hollywood entre 1927 e 1939
Autor: Pinheiro, Ana Luís Silva Semedo
Orientador: Gil, Isabel Capeloa
Palavras-chave: Som
Cinema
Sonorização
Género
Hollywood
Sound
Film
Advent of sound
Genre
Data de Defesa: 5-Mar-2015
Resumo: Os estudos fílmicos contemporâneos atribuem à sonorização do cinema um papel que extravasa uma dimensão puramente técnica. A sua estreia no filme The Jazz Singer (Alan Crosland, 1927) estabeleceu-o, desde então, como um evento emancipado do estatuto hierarquicamente inferior de complemento da imagem, uma vez que contribuiu de forma direta para a fundação de novos géneros na produção mainstream de Hollywood. A presente dissertação visa estudar o advento do som como um catalisador na amplificação do tecido genológico do cinema clássico americano. Para tal, será feita uma contextualização histórica do processo de sonorização, seguida de um levantamento e análise de títulos produzidos entre 1927 e 1939 pertencentes ao filme musical, ao filme de terror, à comédia screwball e ao filme de gangsters, nos quais se atentará a sequências que confirmem o som como ferramental essencial na concretização da matriz do género em foco. Num exercício de investigação aplicada desenvolvido em colaboração com o Departamento de Exibições Permanentes da Cinemateca Portuguesa e o Arquivo Nacional de Imagens em Movimento (ANIM), é objetivo último desta investigação a apresentação de uma proposta de programação no contexto da transição do cinema mudo para o sonoro.
Contemporary film studies regard the synchronization of sound on film as more than a strictly technical innovation. From the moment the audience first heard Al Jolson’s spoken words in The Jazz Singer (Alan Crosland, 1927), it emancipated itself from a hierarchically inferior status of complement of the image by directly contributing towards the foundation of new genres in Hollywood mainstream productions. The following dissertation aims to study the advent of sound as a main catalyzer in the expansion of film genres in American classical cinema. In this sense, it features a historical contextualization of the transition process from silent to sound film, followed by an analysis of productions from the musical, horror, screwball and gangster genres, focused on the way the sound track reflects their respective matrixes. This investigation was developed in collaboration with the Portuguese Film Museum and ANIM, and its ultimate goal is the proposal of a film cycle comprised of the most relevant productions within this context.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17446
Aparece nas colecções:FCH - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.