Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17423
Título: Pesquisa de proteínas líticas fágicas e formulações lipossomais para a sua entrega a Helicobacter pylori
Autor: Gomes, Maria de Vasconcelos
Orientador: Carvalheiro, Manuela
Vale, Ana Filipa
Palavras-chave: Helicobacter pylori
Bacteriófagos
Lisina
Holina
Lipossomas
Bacteriophages
Lysin
Holin
Liposomes
Data de Defesa: 2-Jun-2014
Resumo: Devido ao aumento à resistência aos antibióticos de Helicobacter pylori é necessário desenvolver estratégias de erradicação alternativas, como por exemplo a terapia fágica, onde é possível utilizar proteínas líticas fágicas. Alguns dos genomas dos profagos de H. pylori identificados integram genes líticos, como a lisina, ou a holina. Foi pesquisado em 176 estirpes de H. pylori, a presença do gene da holina, habitualmente com localização próxima do gene da lisina. Esta estratégia revelou a presença do gene da holina em 32,4 % das estirpes analisadas. Destas, 87,7 % são também positivas para a presença do gene da integrase, cuja associação estatística foi verificada. Estes dados sugerem a presença de genes fágico líticos. A bactéria H. pylori é Gram-negativa e como tal a camada com o peptidoglicano está coberta com uma membrana externa impedindo o acesso da lisina ao peptidoglicano. Com o objetivo de ultrapassar esta barreira foram desenvolvidas formulações lipossomais com diferentes composições de forma a procurar uma que seja mais adequada à fusão com a membrana externa de H. pylori com consequente libertação do seu conteúdo (fármaco ou lisina) no espaço periplásmico. Para verificar a ação dos lipossomas foi realizado um ensaio de entrega de vancomicina e lisozima na forma livre e encapsulada em duas formulações lipossomais de forma a determinar a MIC para cada um dos compostos. Os resultados da determinação da MIC e a observação de imagens TEM sugerem que os lipossomas podem ser adequados para a entrega de fármacos ao espaço periplásmico de H. pylori.
Due to the increased antibiotic resistance of Helicobacter pylori, it is necessary to develop alternative strategies for its eradication, for example, the phage therapy, where it is possible to use phage lytic proteins. Some of the H. pylori prophage genomes integrate lytic genes, such as lysin or holin. 176 H. pylori strains were analysed to determine the presence of the gene coding for holin, which is usually located close to the lysin gene. This strategy has revealed the presence of holin in 32.4 % of the analysed strains, and from these, 87.7 % were also positive for the presence of integrase, the statistical association of this variables was verified. These results suggest the presence of phage lytic genes. The bacterium H. pylori is Gram-negative and therefore the peptidoglycan is covered with an outer membrane, preventing lysin to act on peptidoglycan. To overcome this barrier, liposomal formulation with different compositions were developed to find one that is more efficient in fusing with the outer membrane of H. pylori and release their contents (drugs or lysin) into the periplasmic space. A microbiology assay to determine the MIC of vancomycin and lysozyme in free form and encapsulated in two liposomal formulations was made. The results from the MIC determination and observation of the TEM images suggest that liposomes may be suitable for drug delivery to the periplasmic space of H. pylori.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17423
Aparece nas colecções:FE - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dissertação.pdf2,9 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.