Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17312
Título: Peugeot’s repositioning : how to change people’s engagement towards an automobile brand
Autor: Santos, Francisco Quedas Rodrigues dos
Orientador: Marcos, Paulo Gonçalves
Palavras-chave: Automobile market
Concept store
Moving up-market strategy
New competitors
Passengers’ car market
Repositioning
Estratégia up-market
Reposicionamento
Mercado automóvel
Mercado de automóveis ligeiros de passageiros
Novos concorrentes
Data de Defesa: 10-Fev-2015
Resumo: Peugeot, acting in the automobile sector, represents about 9,5% of the Portuguese passengers car market. This market is characterized by representing risky and planned acquisitions and usually with many influencers throughout the buying process in order to lower the risk to the buyer. In 2013, after the verified crisis in the automobile sector in terms of sales, the group was conducted to a new strategy – ‘Back In The Race’ – described by a repositioning of the already existing brands – Citroen and Peugeot – and the separation to an independent brand – DS. This strategy regards Peugeot as the premium generalist brand of the group and Citroen as the pure generalist one, the most affordable brand. In order to illustrate this Peugeot’s new strategy, some actions had to be thought to communicate it. So, some ideas were discussed to understand what was the best solution to implement, and engage people.
A Peugeot, marca que atua no sector automóvel, representa cerca de 9,5% do mercado de ligeiros de passageiros no mercado Português. Este é o um mercado que se caracteriza por representar compras de alto risco, compras planeadas e normalmente com um grande número de influenciadores para que o risco da compra seja o menor possível para o comprador. No ano de 2013, já depois de ultrapassada uma das piores eras em termos de vendas no setor automóvel, o Grupo foi conduzido para uma nova estratégia – ‘Back In The Race’ – que se caracteriza pelo reposicionamento das marcas já existentes do grupo – Citroen e Peugeot – e a separação para marca independente da marca DS. Este reposicionamento visa a Peugeot a ser a marca generalista do grupo e a Citroen a ‘marca de entrada’ do grupo, percebida como a marca mais acessível. Para ilustrar esta estratégia de reposicionamento da Peugeot, algumas ações de marketing tiveram que ser pensadas para ser comunicada. Como tal, algumas ações foram discutidas para se saber qual seria a mais eficaz e diferenciadora, de forma a envolver os consumidores com a marca.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17312
Aparece nas colecções:FCEE - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Master's Thesis - Francisco Santos.pdf16,39 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.